^HSI - HANG SENG INDEX

HKSE - HKSE Preço Adiado. Moeda em HKD.
29.113,359
+41,799 (+0,14%)
No fechamento: 4:09PM HKT
O gráfico de ações não é compatível com seu navegador atual
Fechamento anterior29.071,561
Abrir29.173,330
Volume0
Variação do Dia28.847,340 - 29.243,100
Variação de 52 semanas24.540,631 - 31.592,561
Estimativa Volume1.733.258.684
  • Folhapresshá 11 horas

    Números do mercado financeiro

    DÓLAR compra/venda Câmbio livre BC - R$ 3,8809 / R$ 3,8815 ** Câmbio livre mercado - R$ 3,901 / R$ 3,903 * Turismo - R$ 3,74 / R$ 4,06 (*) cotação média do mercado (**) cotação do Banco Central Variação do câmbio livre mercado no dia: 2,68% OURO BM&F; R$ 163,000 BOLSAS Bovespa (Ibovespa) Variação: -3,10% Pontos: 93.735 Volume financeiro: R$ 20,032 bilhões Maiores altas: Suzano Papel ON (1,19%), Kroton ON(0,37%), Telefonica Brasil (-0,13%) Maiores baixas: B2W Digital ON (-9,09%), Lojas Americanas PN (-8,10%), Natura ON (-7,78%) Dow Jones (Nova York): -1,77% Nasdaq (Nova York): -2,50% CAC 40 (Paris): -2,03% Dax 30 (Frankfurt): -1,61% Financial 100 (Londres): -2,01% Nikkei 225 (Tóquio): 0,09% Hang Seng (Hong Kong): 0,14% Shanghai Composite (Xangai): 0,09% Merval (Buenos Aires): -3,97% IPC (México): -2,22% ÍNDICES DE INFLAÇÃO IPCA/IBGE Fevereiro 2018: 0,32% Março 2018: 0,09% Abril 2018: 0,22% Maio 2018: 0,40% Junho 2018: 1,26% Julho 2018: 0,33% Agosto 2018: -0,09% Setembro 2018: 0,48% Outubro 2018: 0,45% Novembro 2018: -0,21% Dezembro 2018: 0,15% Janeiro 2019: 0,32% Fevereiro 2019: 0,43% INPC/IBGE Fevereiro 2018: 0,18% Março 2018: 0,07% Abril 2018: 0,21% Maio 2018: 0,43% Junho 2018: 1,43% Julho 2018: 0,25% Agosto 2018: 0,00% Setembro 2018: 0,30% Outubro 2018: 0,40% Novembro 2018: -0,25% Dezembro 2018: 0,14% Janeiro 2019: 0,36% Fevereiro 2019: 0,54% IPC/Fipe Fevereiro 2018: -0,42 Março 2018: 0,00% Abril 2018: -0,03% Maio 2018: 0,19% Junho 2018: 1,01% Julho 2018: 0,23% Agosto 2018: 0,41% Setembro 2018: 0,39% Outubro 2018: 0,48% Novembro 2018: 0,15% Dezembro 2018: 0,09% Janeiro 2019: 0,58% Fevereiro 2019: 0,54% IGP-M/FGV Fevereiro 2018: 0,07% Março 2018: 0,64% Abril 2018: 0,57% Maio 2018: 1,38% Junho 2018: 1,87% Julho 2018: 0,51% Agosto 2018: 0,70% Setembro 2018: 1,52% Outubro 2018: 0,89% Novembro 2018: -0,49% Dezembro 2018: -1,08% Janeiro 2019: 0,01% Fevereiro 2019: 0,88% IGP-DI/FGV Fevereiro 2018: 0,15% Março 2018: 0,56% Abril 2018: 0,93% Maio 2018: 1,64% Junho 2018: 1,48% Julho 2018: 0,44% Agosto 2018: 0,68% Setembro 2018: 1,79% Outubro 2018: 0,26% Novembro 2018: -1,14% Dezembro 2018: -0,45% Janeiro 2019: 0,07% Fevereiro 2019: 1,25% SALÁRIO MÍNIMO Janeiro 2019: R$ 998,00

  • Reutershá 23 horas

    Índices da China fecham estáveis antes de novas negociações comerciais

    XANGAI (Reuters) - Os índices acionários da China terminaram praticamente estáveis nesta sexta-feira antes de uma nova rodada de negociações comerciais entre chineses e norte-americanos na próxima semana, mas registraram ganhos semanais de quase 2,5 por cento com as expectativas de mais medidas para sustentar o crescimento. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, teve recuo de 0,08 por cento, enquanto o índice de Xangai subiu 0,09 por cento. Na semana, o CSI300 ganhou 2,4 por cento, enquanto o SSEC subiu 2,7 por cento. ...

  • Índice de Xangai fecham em alta por postura "dovish" do Fed
    Reutersanteontem

    Índice de Xangai fecham em alta por postura "dovish" do Fed

    XANGAI (Reuters) - O índice acionário de Xangai fechou em alta nesta quinta-feira, depois que o Federal Reserve adotou uma postura mais expansionista em sua reunião de política monetária. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, teve variação positiva de 0,04 por cento, enquanto o índice de Xangai subiu 0,35 por cento. ...

  • Índices da China fecham estáveis antes de decisão do Fed
    Reutershá 3 dias

    Índices da China fecham estáveis antes de decisão do Fed

    HONG KONG (Reuters) - Os índices acionários chineses fecharam praticamente estáveis nesta quarta-feira antes da decisão de política monetária do Federal Reserve e diante das incertezas em torno das negociações comerciais entre China e Estados Unidos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, teve variação positiva de 0,04 por cento, enquanto o índice de Xangai perdeu 0,01 por cento. O súbíndice do setor financeiro avançou 0,7 por cento, o de consumo recuou 0,2 por cento e as ações de saúde caíram 0,3 por cento. ...

  • Índices da China recuam por realização de lucros, de olho em reunião do Fed
    Reutershá 4 dias

    Índices da China recuam por realização de lucros, de olho em reunião do Fed

    XANGAI (Reuters) - Os principais índices acionários da China fecharam em baixa nesta terça-feira devido a realização de lucros, recuando das máximas de seis meses e meio atingidas na sessão anterior, mas as perdas foram limitadas por expectativas de suporte do governo para a economia e de um banco central norte-americano "dovish". O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, perdeu 0,46 por cento, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,18 por cento. O subíndice do setor financeiro recuou 0,54 por cento. ...

  • Índices da China fecham perto da máxima em 6 meses e meio
    Reutershá 5 dias

    Índices da China fecham perto da máxima em 6 meses e meio

    XANGAI (Reuters) - Os principais índices acionários da China fecharam perto das máximas em 6 meses e meio nesta segunda-feira, uma vez que o sentimento foi impulsionado por expectativas altas de que o banco central dos Estados Unidos adotará uma postura "dovish" em sua reunião de política monetária nesta semana e pela política de Pequim para o crescimento. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 2,85 por cento, enquanto o índice de Xangai teve alta de 2,47 por cento. ...

  • Reutershá 8 dias

    Índices da China sobem com promessa de suporte ao crescimento de premiê

    HONG KONG (Reuters) - O mercado acionário da China fechou em alta nesta sexta-feira, após o premiê Li Keqiang ter prometido medidas fortes para impulsionar o crescimento econômico. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 1,26 por cento, enquanto o índice de Xangai teve perdas de 1,04 por cento. Na semana, o índice de Xangai avançou 1,7 por cento, enquanto o CSI300 ganhou 2,4 por cento. O subíndice do setor financeiro subiu 1,2 por cento, o de consumo avançou 1,3 por cento e o de saúde teve ganho de 1 por cento. ...

  • Dados fracos e preocupação com acordo comercial pressionam índices da China
    Reutershá 9 dias

    Dados fracos e preocupação com acordo comercial pressionam índices da China

    XANGAI (Reuters) - Os principais índices acionários da China terminaram em baixa nesta quinta-feira pela segunda sessão consecutiva depois que dados destacaram as preocupações com a desaceleração do crescimento na segunda maior economia do mundo, em meio à incerteza sobre um acordo para acabar com a disputa comercial entre China e EUA. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 0,69 por cento, enquanto o índice de Xangai teve perdas de 1,2 por cento. ...

  • Reutershá 10 dias

    Índices acionários da China recuam por preocupações com Brexit e cautela sobre acordo comercial

    XANGAI (Reuters) - Os índices acionários chineses terminaram em baixa nesta quarta-feira, com a cautela prevalecendo antes de outra votação parlamentar sobre o Brexit, enquanto os investidores aguardam mais notícias sobre o avanço das negociações comerciais entre China e Estados Unidos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 0,83 por cento, enquanto o índice de Xangai teve perdas de 1,09 por cento. ...

  • Índices acionários da China sobem mas preocupações econômicas limitam ganhos
    Reutershá 11 dias

    Índices acionários da China sobem mas preocupações econômicas limitam ganhos

    HONG KONG (Reuters) - Os índices acionários da China fecharam em alta nesta terça-feira, uma vez que Pequim e Washington parecem se aproximar de um acordo comercial, embora as preocupações com questões econômicas domésticas tenham contido os ganhos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 0,68 por cento, enquanto o índice de Xangai teve alta de 1,1 por cento. O subíndice do setor financeiro do CSI300 avançou 0,6 por cento, o do setor de consumo caiu 0,4 por cento enquanto as ações de saúde ganharam 0,1 por cento. ...

  • Índices da China se recuperam após BC prometer mais suporte para a economia
    Reutershá 12 dias

    Índices da China se recuperam após BC prometer mais suporte para a economia

    XANGAI (Reuters) - Os principais índices acionários da China se recuperaram nesta segunda-feira depois de sofrerem fortes perdas na sessão anterior, após o presidente do banco central do país ter prometido mais suporte para a economia. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 1,98 por cento, enquanto o índice de Xangai teve alta de 1,92 por cento. O subíndice do setor financeiro avançou 0,64 por cento. ...

  • Índices da China têm maior queda em 5 meses em meio a sinais de maior regulação
    Reutershá 15 dias

    Índices da China têm maior queda em 5 meses em meio a sinais de maior regulação

    XANGAI (Reuters) - Os índices acionários da China registraram nesta sexta-feira o pior dia em cinco meses, caindo cerca de 4 por cento, conforme os investidores buscavam realizar lucros em meio a sinais de maior controle regulatório após recente ressurgimento do mercado ter alimentado preocupações com formação de bolhas. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 4 por cento, enquanto o índice de Xangai teve queda de 4,4 por cento. ...

  • Blue-chips da China interrompem 4 dias de ganhos após Pequim defender política fiscal  proativa
    Reutershá 16 dias

    Blue-chips da China interrompem 4 dias de ganhos após Pequim defender política fiscal proativa

    XANGAI (Reuters) - As blue-chips da China caíram nesta quinta-feira após quatro sessões seguidas de ganhos, enquanto as ações de Xangai fecharam em leve alta em sessão volátil, após o ministro das Finanças reiterar que a China não buscará inundar a economia com estímulos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 1,02 por cento, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,14 por cento, depois de ter chegado a cair 0,9 por cento durante o pregão. ...

  • Índices da China atingem máxima de 9 meses no fechamento por expectativa de estímulo
    Reutershá 17 dias

    Índices da China atingem máxima de 9 meses no fechamento por expectativa de estímulo

    XANGAI (Reuters) - Os índices acionários da China avançaram nesta quarta-feira para máximas de nove meses no fechamento, impulsionados por expectativas de que Pequim vai buscar mais estímulo neste ano para sustentar a economia, mesmo com os investidores buscando novidades nas negociações comerciais com os Estados Unidos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 0,84 por cento, a 3.848,09 pontos, maior nível de fechamento desde 23 de maio de 2018. O índice de Xangai teve alta de 1,57 por cento, a 3. ...

  • Reutershá 18 dias

    Índices da China fecham em alta por anúncio de suporte à economia

    HONG KONG (Reuters) - Os principais índices acionários da China subiram nesta terça-feira depois que Pequim apresentou planos para cortar impostos e aumentar os gastos públicos e os empréstimos para impulsionar sua economia. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 0,58 por cento, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,88 por cento. O subíndice do setor financeiro recuou quase 0,1 por cento, o de consumo ficou estável e o de saúde subiu 0,6 por cento. ...

  • Reutershá 19 dias

    Bolsas chinesas fecham perto de máximas em 9 meses com esperança de acordo comercial

    XANGAI (Reuters) - As principais bolsas chinesas fecharam em alta nesta segunda-feira, ampliando ganhos recentes, em meio a notícias de que Washington e Pequim estão perto de fechar um acordo para encerrar um longo embate comercial, enquanto a China se prepara para a abertura da sessão anual no parlamento. O índice de Xangai subiu 1,12 por cento, a 3.027,58 pontos, fechando acima dos 3.000 pontos pela primeira vez desde junho e maior patamar desde 14 de junho. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 1,18 por cento, para 3. ...

  • Índice de Xangai tem melhor semana em quase 4 anos após decisão da MSCI
    Reutershá 22 dias

    Índice de Xangai tem melhor semana em quase 4 anos após decisão da MSCI

    XANGAI (Reuters) - Os índices acionários da China avançaram nesta sexta-feira, com a bolsa de Xangai registrando o maior ganho semanal em quase quatro anos, conforme os investidores comemoravam o progresso no processo de internacionalização das principais ações. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 2,19 por cento, enquanto o índice de Xangai teve alta de 1,8 por cento. Na semana, o SSEC ganhou 6,8 por cento, melhor semana desde junho de 2015, enquanto o CSI300 avançou 6,5 por cento, melhor semana desde novembro de 2015. ...

  • Reutershá 23 dias

    Índices da China fecham em baixa mas têm maior ganho mensal em quase 4 anos

    XANGAI (Reuters) - Os principais índices da China fecharam em baixa nesta quinta-feira diante de preocupações sobre a guerra comercial com os Estados Unidos e a desaceleração do crescimento, mas registraram os maiores ganhos mensais em quase quatro anos devido às expectativas dos investidores com estímulos do governo. O índice CSI300 , que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,25 por cento, mas registrou o maior ganho mensal desde abril de 2015, subindo 14,6 por cento. ...

  • Índice de Xangai fecha em alta após declarações de chair do Fed
    Reutershá 24 dias

    Índice de Xangai fecha em alta após declarações de chair do Fed

    XANGAI (Reuters) - O índice de Xangai terminou em alta nesta quarta-feira, depois que o chairman do Federal Reserve, Jerome Powell, reforçou a recente mudança do banco central dos Estados Unidos para uma postura de "paciência" em relação à política monetária. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,2 por cento, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,4 por cento. ...

  • Índices da China recuam com dúvidas sobre se rali pode durar
    Reutershá 25 dias

    Índices da China recuam com dúvidas sobre se rali pode durar

    XANGAI (Reuters) - Os principais índices acionários da China recuaram nesta terça-feira, em dia de forte volume uma vez que alguns investidores realizaram lucros sobre ações financeiras, apostando que os recentes ganhos espetaculares do mercado são insustentáveis. Mas otimistas acreditam que a correção fornece um bom ponto de partida, considerando o salto de quase 6 por cento na segunda-feira do índice de blue chips CSI300 Index como o início de uma nova onda de compras. "Ajustes de curto prazo são naturais", disse Wen Xunneng, gerente de fundos de hedge de Xangai. ...

  • Índices da China saltam após Trump adiar aumento de tarifas
    Reutershá 26 dias

    Índices da China saltam após Trump adiar aumento de tarifas

    Por Andrew Galbraith e Winni Zhou XANGAI, Feb 25 (Reuters) - Os índices acionários da China registraram nesta segunda-feira o maior ganho em um único dia em mais de três anos, depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que vai adiar o aumento das tarifas sobre produtos chineses graças a negociações comerciais "produtivas". Trump disse que ele e o presidente chinês, Xi Jinping, vão se encontrar para selar um acordo se o progresso continuar. O índice de Xangai saltou 5,6 por cento, para fechar o dia a 2. ...