Mercado fechado

IBOVESPA (^BVSP)

São Paulo - São Paulo Preço Adiado. Moeda em BRL.
Adicionar à lista
112.486,01+1.576,40 (+1,42%)
No fechamento: 07:25PM BRT
Tela cheia
Fechamento anterior110.909,61
Abrir110.909,69
Volume0
Variação do Dia110.202,25 - 112.486,01
Variação de 52 semanas95.267,00 - 121.628,00
Estimativa Volume14.917.895
  • Folhapress

    Bolsa sobe 2% e dólar recua a R$ 5,29 com impulso da China a Vale e Petrobras

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Ações de exportadoras de matérias-primas apresentaram forte alta nesta terça-feira (29) e, devido ao grande peso do segmento no mercado brasileiro, impulsionaram ganhos na Bolsa de Valores e empurraram para baixo a cotação do dólar. O segmento, que é um dos mais atraentes aos investidores estrangeiros, foi beneficiado por sinalizações do governo chinês de que Pequim poderá flexibilizar sua política de Covid zero e pela possibilidade de manutenção de estímulos à econo

  • Folhapress

    Números do mercado financeiro

    DÓLAR compra/venda Câmbio livre BC - R$ 5,307 / R$ 5,3076 ** Câmbio livre mercado - R$ 5,2880 / R$ 5,2900 * Turismo - R$ 5,4000 / R$ 5,5040 (*) cotação média do mercado (**) cotação do Banco Central Variação do câmbio livre mercado no dia: -1,39% OURO BM&F R$ 290,000 BOLSAS B3 (Ibovespa) Variação: 1.96% Pontos: 110.909 Volume financeiro: R$ 27,787 bilhões Maiores altas: Companhia Siderúrgica Nacional ON (8,47%), Banco Pan PN (8,21%), CSN Mineração ON (7,61%) Maiores baixas: Embraer ON (-3,64%),

  • Folhapress

    Bolsa sobe mais de 2% com mercado avaliando China e negociação da PEC

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Ações do setor de matérias-primas metálicas apresentavam forte alta nesta terça-feira (29) e, devido ao grande peso do segmento no mercado brasileiro, impulsionavam ganhos na Bolsa e empurravam para baixo a cotação do dólar. O segmento, que é um dos mais atraentes aos investidores estrangeiros, era beneficiado por sinalizações do governo chinês de que Pequim pode flexibilizar sua política de Covid zero e, principalmente, pela possibilidade de manutenção de estímulos