^GSPC - S&P 500

SNP - SNP Preço em Tempo Real. Moeda em USD.
2.621,41
+11,11 (+0,43%)
A partir de 11:42AM EST. Mercado aberto.
O gráfico de ações não é compatível com seu navegador atual
Fechamento anterior2.610,30
Abrir2.614,75
Volume859.199.877
Variação do Dia2.612,68 - 2.623,80
Variação de 52 semanas2.346,58 - 2.940,91
Estimativa Volume4.074.411.774
  • Ações de bancos sobem e impulsionam Wall Street para máxima de 4 semanas
    Reutershá 56 minutos

    Ações de bancos sobem e impulsionam Wall Street para máxima de 4 semanas

    Por Medha Singh (Reuters) - As ações bancárias impulsionavam Wall Street para a máxima de um mês nesta quarta-feira, após fortes ganhos do Bank of America e do Goldman Sachs, com um acordo multimilionário de fintechs somando ao impulso. Às 13:43 (horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,38 por cento, a 24.157 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 0,370839 por cento, a 2.620 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançava 0,45 por cento, a 7.055 pontos. ...

  • China e Netflix impulsionam ações e Wall St fecha em alta, em dia de rejeição do Brexit
    Reutershá 18 horas

    China e Netflix impulsionam ações e Wall St fecha em alta, em dia de rejeição do Brexit

    Por April Joyner NOVA YORK (Reuters) - As bolsas norte-americanas fecharam em alta nesta terça-feira, com as ações de tecnologia e internet subindo após a Netflix anunciar planos de elevar o preço das assinaturas nos EUA e a China indicar que pode aumentar os estímulos para conter a desaceleração econômica. O índice Dow Jones subiu 0,65 por cento, para 24.065 pontos, o S&P 500 ganhou 1,07 por cento, a 2.610 pontos, e Nasdaq avançou 1,71 por cento, a 7.023 pontos. ...

  • EFEhá 19 horas

    Dow Jones fecha em alta de 0,65%

    Nova York, 15 jan (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta terça-feira em alta de 0,65%, estimulado pela resposta das autoridades da China às incertezas sobre o futuro econômico do país asiático. O principal indicador da Bolsa de Nova Y

  • Ibovespa sofre embolso de lucros após recordes, mas sustenta 94 mil pts no fechamento
    Reutershá 20 horas

    Ibovespa sofre embolso de lucros após recordes, mas sustenta 94 mil pts no fechamento

    Por Paula Arend Laier SÃO PAULO (Reuters) - A bolsa paulista fechou em queda nesta terça-feira, após o Ibovespa se aproximar dos 95 mil pontos na máxima da sessão mais cedo, com agentes financeiros realizando lucros enquanto aguardam novidades sobre a proposta da reforma da Previdência, entre outras medidas do novo governo. Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa caiu 0,44 por cento, a 94.055,72 pontos. No melhor momento, no início da sessão, o Ibovespa chegou a 94.695,12 pontos, nova máxima histórica intradia. O volume financeiro totalizou 14,95 bilhões de reais. ...

  • Preocupações com crescimento da China pesam e Wall St fecha em queda
    Reutersanteontem

    Preocupações com crescimento da China pesam e Wall St fecha em queda

    Por April Joyner NOVA YORK (Reuters) - As ações norte-americanas caíram nesta segunda-feira, com uma inesperada queda nas exportações chinesas reacendendo temores de desaceleração econômica global e ditando cautela de investidores quando a temporada de lucros das empresas que se iniciou. O índice Dow Jones caiu 0,36 por cento, para 23.909 pontos, o S&P 500 recuou 0,53 por cento, a 2.582 pontos e o Nasdaq caiu 0,94 por cento, a 6.905 pontos. Os dados mostraram que as exportações da China tiveram a maior queda em dois anos em dezembro e as importações também recuaram. ...

  • Folhapressanteontem

    Otimismo leva Bolsa a superar 94 mil pontos

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A perspectiva de uma reforma da Previdência mais dura trouxe o viés positivo nesta segunda-feira (14) para a Bolsa brasileira, que fechou em novo recorde, acima de 94 mil pontos, na contramão do exterior. O dólar recuou e voltou aos R$ 3,70.Agradou aos investidores notícia publicada pelo jornal Valor Econômico de que as novas regras para aposentadoria poderiam levar o governo a economizar R$ 1 trilhão em dez anos. ...

  • EFEanteontem

    Dow Jones fecha em baixa de 0,36%

    Nova York, 14 jan (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta segunda-feira em baixa de 0,36%, influenciado pela preocupação dos investidores com os últimos dados da balança comercial da China, que podem indicar uma desaceleração do crescimento

  • Wall St recua com dados de comércio da China elevando preocupações com desaceleração global
    Reutersanteontem

    Wall St recua com dados de comércio da China elevando preocupações com desaceleração global

    (Reuters) - As bolsas de valores dos Estados Unidos fecharam em queda nesta segunda-feira, com um inesperado recuo nas exportações chinesas reacendendo preocupações com uma desaceleração econômica global e ditando cautela entre os investidores no momento em que começa a temporada de divulgação dos resultados corporativos. O índice Dow Jones caiu 0,36 por cento, a 23.908 pontos, o S&P 500 perdeu 0,53 por cento, a 2.582 e o Nasdaq caiu 0,94 por cento, a 6.905 pontos. (Por April Joyner)

  • Wall St tem leve recuo com investidores de olho no início da temporada de balanços
    Reutershá 5 dias

    Wall St tem leve recuo com investidores de olho no início da temporada de balanços

    NOVA YORK (Reuters) - Wall Street fechou nesta sexta-feira em leve baixa, com a queda nas ações de energia e investidores de olho no início da temporada de resultados na próxima semana, com a divulgação dos dados do Citigroup, JPMorgan e outros grandes bancos. O Dow Jones Industrial Average caiu 0,02 por cento, a 23.995 pontos, o S&P 500 perdeu 0,01 por cento, a 2.596 pontos, e o Nasdaq Composite caiu 0,21 por cento, a 6.971 pontos. (Por Noel Randewich)

  • EFEhá 5 dias

    Dow Jones fecha praticamente estável

    Nova York, 11 jan (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta sexta-feira em leve baixa de 0,02%, em um pregão durante o qual os investidores mostraram preocupação com a longa paralisação do governo dos Estados Unidos e com o crescimento da eco

  • Wall St sobe pela 5ª sessão consecutiva após comentários de chairman do Fed
    Reutershá 6 dias

    Wall St sobe pela 5ª sessão consecutiva após comentários de chairman do Fed

    NOVA YORK (Reuters) - As bolsas de valores dos Estados Unidos subiram pela quinta sessão consecutiva nesta quinta-feira, em uma sessão volátil, com os investidores reagindo a comentários mistos do chairman do Federal Reserve, Jerome Powell, enquanto um alerta da Macy's abalou as ações de varejo. O índice Dow Jones subiu 0,51 por cento, para 24.001 pontos, o S&P 500 ganhou 0,45 por cento, a 2.596 pontos. O Nasdaq avançou 0,42 por cento, a 6.986 pontos. Powell reiterou a opinião de outros diretores de que o Fed será paciente com aumentos das taxas de juros. ...

  • Powell diz que Fed pode ser paciente enquanto economia dos EUA evolui em 2019
    Reutershá 6 dias

    Powell diz que Fed pode ser paciente enquanto economia dos EUA evolui em 2019

    WASHINGTON (Reuters) - O chairman do Federal Reserve, Jerome Powell, disse na quinta-feira que o banco central norte-americano tem condições de ser paciente em relação à política monetária, já que a inflação está estável, permitindo avaliar se a economia vai desacelerar este ano conforme a preocupação de alguns nos mercados financeiros. Embora os comentários iniciais tenham impulsionado o mercado acionário, mais tarde as ações recuaram quando Powell disse que o Fed vai reduzir significativamente seus ativos. ...

  • EFEhá 6 dias

    Dow Jones fecha em alta de 0,51%

    Nova York, 10 jan (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta quinta-feira em alta de 0,51%, após outra jornada volátil, marcada por alguns dados corporativos e por um discurso do presidente do Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Un

  • Wall Street tem 4ª alta com recuperação de ações de fabricantes de chips
    Reutershá 7 dias

    Wall Street tem 4ª alta com recuperação de ações de fabricantes de chips

    Por Noel Randewich (Reuters) - Wall Street subiu pela quarta sessão seguida nesta quarta-feira, com impulso da Apple, de fabricantes de chips e de outras ações sensíveis ao comércio internacional, após sinais de progresso nas negociações comerciais entre os Estados Unidos e a China. O Dow Jones subiu 0,39 por cento, a 23.879 pontos, o S&P 500 teve ganho de 0,41 por cento, a 2.584 pontos e o Nasdaq avançou 0,87 por cento, a 6.957 pontos. ...

  • Wall St fecha em alta com ajuda das ações de tecnologia
    Reutershá 7 dias

    Wall St fecha em alta com ajuda das ações de tecnologia

    (Reuters) - Wall Street subiu pela quarta sessão consecutiva nesta quarta-feira, com impulso da Apple, de fabricantes de chips e de outras ações sensíveis ao comércio internacional, após sinais de progresso nas negociações comerciais entre os Estados Unidos e a China. O índice Dow Jones subiu 0,38 por cento, a 23.878 pontos, o S&P 500 teve ganho de 0,41 por cento, a 2.584 pontos e o Nasdaq avançou 0,87 por cento, a 6.957 pontos. (Por Sinéad Carew)

  • EFEhá 7 dias

    Dow Jones abre em alta de 0,46%

    Nova York, 9 jan (EFE).- O Dow Jones Industrial, principal índice de Wall Street, abriu nesta quarta-feira em alta de 0,46%, enquanto o seletivo S&P 500 subia 0,26% e o índice composto do mercado Nasdaq operava com ganhos de 0,23%. EFE

  • EFEhá 8 dias

    Dow Jones abre em alta de 1,28%

    Nova York, 8 jan (EFE).- O Dow Jones Industrial, principal índice de Wall Street, abriu nesta terça-feira em alta de 1,28%, enquanto o seletivo S&P 500 subia 1,07% e o índice composto do mercado Nasdaq operava com ganhos de 1,18%. EFE

  • Amazon e Netflix impulsionam 2º dia de ganhos em Wall St
    Reutershá 9 dias

    Amazon e Netflix impulsionam 2º dia de ganhos em Wall St

    NOVA YORK (Reuters) - As ações da Amazon.com e do Netflix impulsionaram pela segunda sessão seguida os ganhos em Wall Street nesta segunda-feira, com a retomada das negociações comerciais entre China e Estados Unidos ajudando a acalmar as preocupações que derrubaram os mercados nos últimos meses. O índice Dow Jones subiu 0,42 por cento, para 23.531 pontos; o S&P 500 ganhou 0,70 por cento, a 2.549 pontos, enquanto o Nasdaq avançou 1,26 por cento, a 6.823 pontos. ...

  • Folhapresshá 9 dias

    Dólar sobe para R$ 3,734 e Bolsa recua em dia de acomodação no mercado

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após cinco pregões de queda do dólar ante o real e alta da Bolsa brasileira, o mercado local viveu um dia considerado pelos analistas como de acomodação nesta segunda-feira (7).O dólar chegou a se desvalorizar em relação ao real, acompanhando o movimento externo, e rompeu o piso de R$ 3,70, mas fechou em alta de 0,48%, cotado a R$ 3,734.O Ibovespa, índice das ações mais negociadas, abriu ameaçando bater novo recorde, mas perdeu fôlego ao longo do dia e terminou em baixa de 0,15%, a 91.699 pontos. ...

  • Ibovespa volta a flertar com 92 mil pts, mas fecha em queda com embolso de lucros
    Reutershá 9 dias

    Ibovespa volta a flertar com 92 mil pts, mas fecha em queda com embolso de lucros

    Por Paula Arend Laier SÃO PAULO (Reuters) - A bolsa paulista fechou em queda nesta segunda-feira, encerrando uma sequência de cinco pregões de alta, com movimentos de realização de lucros frustrando mais uma vez a tentativa do Ibovespa de fechar acima dos 92 mil pontos. Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa caiu 0,15 por cento, a 91.699,05 pontos. Na máxima, chegou a 92.551,88 pontos. O volume financeiro somou 14,8 bilhões de reais. Nos últimos cinco pregões, o Ibovespa acumulou alta de 7,88 por cento. Na sexta-feira, no melhor momento da sessão, chegou a 92. ...

  • EFEhá 9 dias

    Dow Jones fecha em alta de 0,42%

    Nova York, 7 jan (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta segunda-feira em alta de 0,42% em um pregão mais tranquilo do que os das últimas semanas, marcados por grande volatilidade, e no qual predominou o otimismo entre os investidores graça

  • Wall St salta após dados do mercado de trabalho dos EUA e comentários de Powell
    Reutershá 12 dias

    Wall St salta após dados do mercado de trabalho dos EUA e comentários de Powell

    NOVA YORK (Reuters) - Wall Street se recuperou nesta sexta-feira e fechou no nível mais alto em duas semanas, após um forte relatório do mercado de trabalho dos Estados Unidos em dezembro e o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, garantir que o banco central será paciente e flexível na condução da política de juros. Em uma sessão emblemática da volatilidade que dominou os mercados durante semanas, os três principais índices de ações dos EUA subiram mais de 3 por cento em um dos maiores avanços em anos. ...

  • Folhapresshá 12 dias

    Bacon na batata frita vai valorizar ações do McDonald's, segundo analista

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A inclusão da batata frita com bacon no cardápio fixo fará com que as ações do Mc Donald's subam e sejam uma das mais valorizadas em 2019. É o que prevê o analista de mercado financeiro Mark Kalinowski.De acordo com o site Business Insider, o novo prato deverá entrar no cardápio fixo da rede no fim de janeiro, nos Estados Unidos.A porção de batata frita com bacon não é novidade para a empresa. No Brasil, atualmente a rede tem fritas com bacon e cheddar, na linha especial Mc Fritas Cheddar Bacon. ...

  • Índice renova máxima de fechamento com exterior inibindo realizações de lucros
    Reutershá 12 dias

    Índice renova máxima de fechamento com exterior inibindo realizações de lucros

    Por Gabriela Mello SÃO PAULO (Reuters) - A bolsa paulista subiu pelo quinto pregão consecutivo nesta sexta-feira, renovando a máxima recorde de fechamento após oscilar entre altas e baixas mais cedo, conforme os ganhos acentuados em Wall Street contiveram o movimento doméstico de realizações de lucros. Referência da B3, o Ibovespa avançou 0,3 por cento, encerrando a 91.840,79 pontos, em novo recorde de fechamento. Na semana, a alta acumulada foi de 4,5 por cento. O giro financeiro somou 16,77 bilhões de reais. ...

  • EFEhá 12 dias

    Dow Jones fecha em forte alta de 3,29%

    Nova York, 4 jan (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta sexta-feira em forte alta de 3,29%, em um rebote do péssimo pregão anterior graças aos bons dados de emprego e às mensagens de moderação divulgadas pelo Federal Reserve (Fed, banco ce