^DJI - Dow Jones Industrial Average

DJI - DJI Preço em Tempo Real. Moeda em USD.
25.679,90
-84,10 (-0,33%)
No fechamento: 4:51PM EDT
O gráfico de ações não é compatível com seu navegador atual
Fechamento anterior25.764,00
Abrir25.655,30
Volume279.556.852
Variação do Dia25.560,60 - 25.751,71
Variação de 52 semanas21.712,53 - 26.951,81
Estimativa Volume297.382.419
  • Bloomberghá 12 dias

    Austrália defende projetos de carvão apesar de impacto climático

    (Bloomberg) -- Para Ann Taylor, a ideia de que a colossal indústria de carvão da Austrália deveria ser controlada soa como piada.

  • Bolsas dos EUA caem diante de temores comerciais entre EUA e China
    Reutershá 13 dias

    Bolsas dos EUA caem diante de temores comerciais entre EUA e China

    Por April Joyner NOVA YORK (Reuters) - As principais bolsas de valores dos Estados Unidos sofreram forte queda nesta terça-feira, impactadas pela tensão comercial entre Estados Unidos e China, que deflagrou temores sobre o crescimento global e afastaram investidores de ativos de risco. O índice Dow Jones cedeu 1,79 por cento, a 25.965,09 pontos. O S&P 500 caiu 1,65 por cento, a 2.884,05 pontos. O Nasdaq recuou 1,96 por cento, a 7.963,76 pontos. O Dow teve a maior queda diária desde 3 de janeiro. S&P 500 e Nasdaq tiveram o maior declínio desde 22 de março. ...

  • PIB e balanços empurram S&P 500 e Nasdaq a novos recordes de fechamento
    Reutershá 24 dias

    PIB e balanços empurram S&P 500 e Nasdaq a novos recordes de fechamento

    Por Sinéad Carew NOVA YORK (Reuters) - Dados surpreendentemente fortes da economia dos Estados Unidos ajudaram a impulsionar os índices S&P 500 e Nasdaq para novos recordes de fechamento nesta sexta-feira, ao fim de uma semana marcada por balanços corporativos de forma geral resilientes. Embora a Intel tenha sido a maior influência negativa do dia, devido à sua perspectiva mais fraca, os resultados da Amazon.com proporcionaram o maior impulso ao mercado, e o relatório da Walt Disney também ofereceu suporte, beneficiado por fortes números nas bilheterias. ...

  • Mercados dos EUA têm leve ganho amparado por setor industrial
    Reutersmês passado

    Mercados dos EUA têm leve ganho amparado por setor industrial

    Por Stephen Culp NOVA YORK (Reuters) - As ações do setor industrial sustentaram as altas moderadas nos índices Dow Jones e S&P 500 nesta quinta-feira, após robustos dados econômicos dos Estados Unidos e alguns balanços corporativos positivos. O índice Dow Jones subiu 0,42 por cento, a 26.560 pontos, enquanto o S&P 500 ganhou 0,16 por cento, a 2.905 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançou 0,02 por cento, a 7.998 pontos. Na semana mais curta, o S&P 500 quebrou uma sequência de três semanas de ganhos, enquanto Dow e Nasdaq subiram. ...

  • S&P 500 fecha perto de máxima histórica com início de temporada de balanços
    Reutersmês passado

    S&P 500 fecha perto de máxima histórica com início de temporada de balanços

    Por Stephen Culp NOVA YORK (Reuters) - Os principais índices de ações norte-americanas fecharam perto de máximas recordes nesta sexta-feira, depois que o JPMorgan, maior banco dos Estados Unidos, acalmou preocupações de que a temporada de balanços do primeiro trimestre poria um freio no rali de Wall Street depois da queda do ano passado. Um salto de 11,5 por cento nas ações de Walt Disney também impulsionou o Dow Jones e o S&P 500. O S&P 500 está agora a 1 por cento da máxima recorde de setembro. ...

  • Bolsas dos EUA fecham em alta com rali de JPMorgan após balanço
    Reutersmês passado

    Bolsas dos EUA fecham em alta com rali de JPMorgan após balanço

    NOVA YORK (Reuters) - Os principais índices de ações norte-americanas fecharam perto de máximas recordes nesta sexta-feira, depois que o JPMorgan, maior banco dos Estados Unidos, acalmou preocupações de que a temporada de balanços do primeiro trimestre poria um freio no rali de Wall Street depois da queda do ano passado. Um salto de 11,5 por cento nas ações de Walt Disney também impulsionou o Dow Jones e o S&P 500. O índice Dow Jones subiu 1,03 por cento, para 26.412,27 pontos. O S&P 500 ganhou 0,66 por cento, para 2.907,44 pontos. E o Nasdaq Composto teve alta de 0,46 por cento, para 7. ...

  • Ibovespa recua com cautela sobre Previdência apesar de parecer favorável na CCJ
    Reutersmês passado

    Ibovespa recua com cautela sobre Previdência apesar de parecer favorável na CCJ

    Por Stefani Inouye SÃO PAULO (Reuters) - A bolsa paulista mostrava leve queda nesta quarta-feira, ainda em movimento de cautela em relação à Previdência mesmo após parecer favorável do relator na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara na véspera, enquanto Wall Street operava sem uma direção única. Às 11:59, o Ibovespa caía 0,41 por cento, a 95.894,84 pontos. O volume financeiro era de 4,5 bilhões de reais. ...

  • Ações da Apple sobem pela 10ª sessão seguida pela 1ª vez desde 2010
    Reutersmês passado

    Ações da Apple sobem pela 10ª sessão seguida pela 1ª vez desde 2010

    (Reuters) - As ações da Apple subiam cerca de 1 por cento nesta terça-feira, para o maior nível em cinco meses e marcando a décima sessão de valorização seguida pela primeira vez desde 2010. Às 14h07, as ações da empresa tinham alta de 0,9 por cento, a 201,90 dólares, depois de terem avançado a 202,08 dólares mais cedo, maior nível dos últimos cinco meses. A ação acumula alta de cerca de 8 por cento nos últimos 10 dias, abaixo que a valorização de aproximadamente 14 por cento no rali anterior de 10 dias, registrado em outubro de 2010. ...

  • Wall Street recua com preocupações sobre crescimento mais baixo
    Reutersmês passado

    Wall Street recua com preocupações sobre crescimento mais baixo

    Por Sruthi Shankar e Shreyashi Sanyal (Reuters) - Os mercados acionários dos Estados Unidos recuavam nesta terça-feira, depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, ameaçou impor tarifas sobre produtos europeus, enquanto a perspectiva pessimista do FMI para o crescimento global ampliava as preocupações com uma desaceleração econômica devido às disputas comerciais. Às 12:00 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,73 por cento, a 26.149 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 0,574977 por cento, a 2.879 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuava 0,36 por cento, a 7. ...

  • S&P 500 e Nasdaq têm leve alta antes de início de temporada de balanços
    Reutersmês passado

    S&P 500 e Nasdaq têm leve alta antes de início de temporada de balanços

    Por Stephen Culp NOVA YORK (Reuters) - Os índices acionários S&P 500 e Nasdaq fecharam em alta nesta segunda-feira, mas com ganhos limitados pela queda de ações do setor industrial, conforme investidores se preparam para o que Wall Street espera ser o primeiro trimestre de contração de lucros de companhias desde 2016. O Dow Jones caiu 0,32 por cento, para 26.341,02 pontos. O S&P 500 ganhou 0,10 por cento, para 2.895,77 pontos. O Nasdaq teve alta de 0,19 por cento, para 7.953,88 pontos. ...

  • Índices avançam com otimismo por EUA-China; S&P 500 tem melhor trimestre desde 2009
    Reutershá 2 meses

    Índices avançam com otimismo por EUA-China; S&P 500 tem melhor trimestre desde 2009

    Por Caroline e Valetkevitch NOVA YORK (Reuters) - Os índices acionários dos Estados Unidos fecharam a última sessão do primeiro trimestre em alta, com o S&P registrando o maior ganho trimestral desde 2009, impulsionado pelo otimismo a respeito das negociações comerciais entre EUA e China. O Dow Jones subiu 0,82 por cento, a 25.928,68 pontos. O S&P 500 ganhou 0,67 por cento, para 2.834,4 pontos. O Nasdaq somou 0,78 por cento, para 7.729,32 pontos. Os dois países disseram que avançaram nas negociações comerciais concluídas nesta sexta-feira em Pequim. ...

  • S&P 500 fecha em queda sob pressão de Apple e temores sobre crescimento econômico
    Reutershá 2 meses

    S&P 500 fecha em queda sob pressão de Apple e temores sobre crescimento econômico

    NOVA YORK (Reuters) - O índice S&P 500 fechou a sessão desta segunda-feira em leve queda, já que as preocupações com a desaceleração do crescimento econômico global persistiram e as ações da Apple caíram, depois que a empresa lançou um serviço de streaming de vídeo. O S&P 500 perdeu 0,08 por cento, a 2.798,36 pontos. O ​​Nasdaq caiu 0,07 por cento, para 7.637,54 pontos. E o Dow Jones subiu 0,06 por cento, para 25.516,83 pontos. O Dow terminou em alta amparado pelo ganho de 2,3 por cento nas ações da Boeing. ...

  • Reutershá 2 meses

    Mercado fecha em alta amparado por tecnologia e dados positivos

    NOVA YORK (Reuters) - Os principais índices das bolsas de valores dos Estados Unidos tiveram firme alta nesta quinta-feira, embaladas por um rali no setor de tecnologia liderado pela Apple, com o nervosismo em torno da previsão de desaceleração econômica do Federal Reserve (Fed) amenizado por dados econômicos mais positivos. O Dow Jones subiu 0,84 por cento, a 25.962 pontos, enquanto o S&P 500 ganhou 1,08 por cento, a 2.854 pontos. O Nasdaq avançou 1,42 por cento, a 7. ...

  • S&P 500 tem melhor semana desde novembro
    Reutershá 2 meses

    S&P 500 tem melhor semana desde novembro

    Por Caroline Valetkevitch NOVA YORK (Reuters) - As bolsas de valores dos Estados Unidos fecharam em alta nesta sexta-feira, puxadas por empresas de tecnologia, após notícias sobre progresso nas negociações comerciais entre EUA e China. A melhora no humor dos investidores sobre a disputa levou o S&P 500 à sua melhor semana desde novembro. A agência de notícias estatal chinesa Xinhua informou que Washington e Pequim estão fazendo progressos substanciais nas negociações comerciais. ...

  • Reutershá 2 meses

    Índices S&P 500 e Nasdaq avançam com otimismo sobre negociação comercial entre EUA e China

    Por Amy Caren Daniel (Reuters) - Os índices S&P 500 e Nasdaq Composto, do mercado de ações dos EUA, avançavam nesta sexta-feira, enquanto o Dow Jones oscilava em torno da estabilidade, com os investidores avaliando sinais positivos em relação às negociações comerciais entre EUA e China e após parlamentares britânicos votarem pelo adiamento do Brexit. Às 11:21 (horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,01 por cento, a 25.712 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 0,27773 por cento, a 2.816 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançava 0,6 por cento, a 7. ...

  • S&P e Nasdaq avançam com inflação moderada; Boeing pressiona Dow
    Reutershá 2 meses

    S&P e Nasdaq avançam com inflação moderada; Boeing pressiona Dow

    Por Caroline Valetkevitch NOVA YORK (Reuters) - Os índices S&P 500 e Nasdaq fecharam em alta nesta terça-feira, após dados de inflação realçarem a postura moderada do Federal Reserve em relação às taxas de juros. Mas o Dow Jones terminou no vermelho, conforme ações da Boeing despencaram pelo segundo dia consecutivo, ainda repercutindo a queda de um de seus aviões na Etiópia. O Dow Jones caiu 0,38 por cento, a 25.554,66 pontos. O S&P 500 ganhou 0,30 por cento, a 2.791,52 pontos. E o Nasdaq avançou 0,44 por cento, a 7.591,03 pontos. ...

  • Wall St avança após dados benignos de inflação; Boeing amplia queda
    Reutershá 2 meses

    Wall St avança após dados benignos de inflação; Boeing amplia queda

    Por Amy Caren Daniel e Medha Singh (Reuters) - As ações dos Estados Unidos avançavam nesta terça-feira, à medida que dados benignos de inflação sustentavam a postura "dovish" do Federal Reserve sobre futuros aumentos de juros, mas a queda da Boeing pela segunda sessão seguida pressionava o Dow Jones e limitava os ganhos de forma geral. Às 11:34 (horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,08 por cento, a 25.672 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 0,31 por cento, a 2.792 pontos. O índice Nasdaq avançava 0,18 por cento, a 7.572 pontos. ...

  • Dow Jones e S&P 500 avançam após 3 quedas seguidas
    Reutershá 3 meses

    Dow Jones e S&P 500 avançam após 3 quedas seguidas

    NOVA YORK (Reuters) - Os índices S&P 500 e Dow subiram após três quedas seguidas nesta sexta-feira, com o otimismo em relação às perspectivas de acordo comercial entre EUA e China, que ofuscaram dados da indústria dos dois países. O Dow Jones subiu 0,43 por cento, para 26.027 pontos. O S&P 500 ganhou 0,69 por cento, a 2.803 pontos. O Nasdaq teve alta de 0,83 por cento, para 7.595 pontos. O Nasdaq, por sua vez, marcou o maior período de ganhos semanais desde o final de 1999. ...

  • Ações de tecnologia impulsionam S&P 500, Home Depot pressiona Dow
    Reutershá 3 meses

    Ações de tecnologia impulsionam S&P 500, Home Depot pressiona Dow

    (Reuters) - O S&P 500 subia levemente nesta terça-feira, impulsionado pelo setor de tecnologia, mas com perdas nas ações de bens de consumo, incluindo Home Depot e Discovery, limitavam ganhos do Dow e o Nasdaq. Às 15:14 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,04 por cento, a 26.081 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 0,038983 por cento, a 2.795 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuava 0,14 por cento, a 7. ...

  • Bolsas dos EUA fecham em leve alta; Walmart é destaque
    Reutershá 3 meses

    Bolsas dos EUA fecham em leve alta; Walmart é destaque

    NOVA YORK (Reuters) - Os principais índices das bolsas norte-americanas tiveram leve alta nesta terça-feira, com os resultados positivos do Walmart impulsionando o sentimento dos investidores e as negociações de alto nível entre os EUA e a China recomeçando em Washington. O índice Dou Jones subiu 0,03 por cento, a 25.891 pontos. O S&P 500 ganhou 0,15 por cento, a 2.779 pontos e o Nasdaq avançou 0,19 por cento, para 7.486 pontos. ...

  • Otimismo com negociações entre EUA e China eleva índices
    Reutershá 3 meses

    Otimismo com negociações entre EUA e China eleva índices

    NOVA YORK (Reuters) - Os principais índices de Wall Street subiram nesta sexta-feira, com Dow e Nasdaq registrando o oitavo ganho semanal consecutivo, com investidores esperançosos de que EUA e China cheguem a um acordo para resolver sua prolongada guerra comercial. O Dow Jones subiu 1,74 por cento, para 25.883 pontos. O S&P 500 ganhou 1,09 por cento, a 2.775 pontos. O Nasdaq evoluiu 0,61 por cento, para 7.472 pontos. As negociações entre EUA e China serão retomadas em Washington na próxima semana, com ambos dizendo que houve progresso na solução do contencioso comercial dos dois países. ...

  • Dow Jones recua após dados fracos de varejo nos EUA
    Reutershá 3 meses

    Dow Jones recua após dados fracos de varejo nos EUA

    NOVA YORK (Reuters) - O índice Dow Jones fechou em queda nesta quinta-feira e o Nasdaq avançou, depois da divulgação de dados de fracos de vendas no varejo do país e em meio a expectativas de resolução da guerra comercial iniciada por Washington contra a China. O Dow Jones caiu 0,41 por cento, a 25.439 pontos. O S&P 500 recuou 0,18 por cento e o Nasdaq teve alta de 0,17 por cento. (Por Stephen Culp)

  • S&P 500 cai pressionado por setor de tecnologia, 3M impulsiona Dow
    Reutershá 4 meses

    S&P 500 cai pressionado por setor de tecnologia, 3M impulsiona Dow

    NOVA YORK (Reuters) - Os principais índices acionários de Wall Street fecharam sem direção única nesta terça-feira, com ações de tecnologia caindo antes do balanço trimestral da Apple, enquanto uma recuperação na 3M e outras indústrias elevaram o Dow Jones. O Dow Jones subiu 0,21 por cento, a 24.579 pontos, o S&P 500 perdeu 0,15 por cento, para 2.640 pontos, e o Nasdaq caiu 0,81 por cento, para 7.028 pontos. ...

  • Wall Street avança com compromisso de governo dos EUA com fim de paralisação
    Reutershá 4 meses

    Wall Street avança com compromisso de governo dos EUA com fim de paralisação

    Por Stephen Culp NOVA YORK (Reuters) - Wall Street ganhou terreno nesta sexta-feira em amplo rali, conforme investidores sentiram-se encorajados pelas notícias de movimentações de Washington para acabar com a mais longa paralisação do governo norte-americano na história. Todos os três principais índices acionários dos Estados Unidos avançaram, com o Dow e Nasdaq em campo positivo na semana, mas o S​​&P 500, contudo, indicava a primeira perda semanal do ano. O Dow Jones encerrou em alta de 0,72 por cento, a 24.730 pontos; o S&P 500 teve valorização de 0,86 por cento, a 2. ...

  • Nasdaq avança com rali de fabricantes de chips, Dow e S&P 500 ficam próximos da estabilidade
    Reutershá 4 meses

    Nasdaq avança com rali de fabricantes de chips, Dow e S&P 500 ficam próximos da estabilidade

    NOVA YORK (Reuters) - O índice S&P 500 subiu, mas o Dow Jones encerrou em queda nesta quinta-feira, em meio a preocupações sobre o crescimento global e a guerra comercial iniciada pelos Estados Unidos contra a China. O Nasdaq avançou impulsionado por ações de fabricantes de microprocessadores. O índice Dow Jones encerrou em queda de 0,09 por cento, a 24.553 pontos; o S&P 500 teve valorização de 0,14 por cento, a 2.642 pontos; e o Nasdaq subiu 0,68 por cento, a 7.073 pontos. (Por Chuck Mikolajczak)