Mercado fechará em 5 h 11 min

Wall St cai em meio a incerteza por disputa acirrada pelo Congresso dos EUA

Placa em frente à Bolsa de Valores de Nova York sinaliza Wall Street

Por Medha Singh e Bansari Mayur Kamdar e Amruta Khandekar

(Reuters) - Os índices de ações dos Estados Unidos caíam nesta quarta-feira, com a incerteza em torno do resultado de uma eleição de meio de mandato norte-americana fortemente apertada pesando sobre o clima, com o foco dos investidores mudando para os dados de inflação de quinta-feira, em busca de pistas sobre o caminho dos aumentos futuros da taxa de juros do Fed.

Os republicanos obtiveram ganhos modestos e são favoritos para ganhar o controle da Câmara dos Deputados, embora o controle do Senado possa mais uma vez ser decidido no segundo turno das eleições na Geórgia, em 6 de dezembro. Muitas das disputas mais competitivas estavam muito perto de serem definidas.

Um governo dividido, com um democrata na Casa Branca, tem sido historicamente favorável ao mercado de ações, pois abre caminho para impasses partidários que impedem mudanças políticas controversas, como o limite da dívida federal.

O S&P 500 registrou ganhos a cada período de 12 meses após uma eleição de meio de mandato desde a Segunda Guerra Mundial, segundo o Deutsche Bank.

Com o resultado da eleição ainda incerto, os investidores estavam se concentrando nos dados de inflação de quinta-feira, que devem colocar os holofotes no ciclo de aperto monetário do Federal Reserve.

Nove dos 11 principais setores do S&P caíam na abertura, liderados pela queda de 1,7% em energia e 1,1% em tecnologia .

Às 12:53 (de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,85%, a 32.879,37 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 0,87%, a 3.794,70 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuava 1,17%, a 10.491,63 pontos.

(Reportagem de Medha Singh, Bansari Mayur Kamdar e Amruta Khandekar em Bengaluru)