Mercado abrirá em 3 h 54 min
  • BOVESPA

    111.539,80
    +1.204,97 (+1,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.682,19
    +897,61 (+2,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    59,76
    +0,01 (+0,02%)
     
  • OURO

    1.725,70
    -7,90 (-0,46%)
     
  • BTC-USD

    50.960,34
    +2.475,73 (+5,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.020,96
    +32,86 (+3,33%)
     
  • S&P500

    3.870,29
    -31,53 (-0,81%)
     
  • DOW JONES

    31.391,52
    -143,99 (-0,46%)
     
  • FTSE

    6.695,62
    +81,87 (+1,24%)
     
  • HANG SENG

    29.880,42
    +784,56 (+2,70%)
     
  • NIKKEI

    29.559,10
    +150,93 (+0,51%)
     
  • NASDAQ

    13.165,25
    +110,00 (+0,84%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,8704
    +0,0083 (+0,12%)
     

Líder do governo na Câmara defende nepotismo no setor público

Membro do Centrão, o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), defendeu o nepotismo, ou seja, a contratação de parentes de políticos para cargos públicos. “O poder público poderia estar mais bem servido, eventualmente, com um parente qualificado do que com um não parente desqualificado”, afirmou Barros ao jornal Estado de S. Paulo.