Mercado fechará em 3 h 58 min
  • BOVESPA

    103.346,54
    +1.122,28 (+1,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.518,64
    +26,12 (+0,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,18
    +4,03 (+5,91%)
     
  • OURO

    1.789,70
    +1,60 (+0,09%)
     
  • BTC-USD

    57.082,64
    +2.671,47 (+4,91%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.430,20
    +1,27 (+0,09%)
     
  • S&P500

    4.644,34
    +49,72 (+1,08%)
     
  • DOW JONES

    35.029,78
    +130,44 (+0,37%)
     
  • FTSE

    7.144,97
    +100,94 (+1,43%)
     
  • HANG SENG

    23.852,24
    -228,28 (-0,95%)
     
  • NIKKEI

    28.283,92
    -467,70 (-1,63%)
     
  • NASDAQ

    16.273,50
    +222,50 (+1,39%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3252
    -0,0233 (-0,37%)
     

Em quais países o WhatsApp é mais popular?

Mais de 2 bilhões de pessoas em 180 países usam o WhatsApp. Mas não é em todo lugar do mundo que você pode chegar para alguém e falar: “te mando um zap”.

Assista também

Em muitos países o aplicativo de mensagens não é popular como aqui, onde está em 91% dos smartphones. Mesmo assim, o Brasil fica em sétimo lugar entre os maiores usuários.

Na frente ficam Colômbia e Malásia, com 92%. A Argentina aparece em quarto lugar com 93%.

Os três países onde a plataforma é mais queridinha ficam na África.

Na Nigéria, você vai encontrar o WhatsApp em 95% dos celulares. E na África do Sul, em 96%.

O primeiro lugar do ranking fica com o Quênia, com um total de 97% de usuários.

Na Europa, apenas dois países aparecem no top 10: Turquia e Espanha, ambos com 88%.

Já no quesito número de usuários, quem lidera com larga vantagem é a Índia, com 390 milhões. O que representa pouco menos de um terço de sua população.

Curiosamente no seu país de origem, os Estados Unidos, o aplicativo verdinho marca presença em apenas 20% dos smartphones.

Por lá, a cultura do SMS continua firme e forte. Afinal, os torpedos são gratuitos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos