Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.707,76
    +195,38 (+0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.734,04
    -67,64 (-0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,48
    -0,63 (-0,72%)
     
  • OURO

    1.780,30
    +3,60 (+0,20%)
     
  • BTC-USD

    23.452,62
    -543,19 (-2,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    557,56
    -15,25 (-2,66%)
     
  • S&P500

    4.274,04
    -31,16 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    33.980,32
    -171,69 (-0,50%)
     
  • FTSE

    7.515,75
    -20,31 (-0,27%)
     
  • HANG SENG

    19.922,45
    +91,93 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    28.875,21
    -347,56 (-1,19%)
     
  • NASDAQ

    13.457,25
    -36,00 (-0,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2651
    +0,0059 (+0,11%)
     

Dar escala à solução de problema pessoal: o pitch de Mate Pencz

Tangibilizar uma oportunidade de negócio e convencer investidores sobre o impacto que ela pode provocar no mercado é uma das habilidades que o empreendedor deve ter na visão de Mate Pencz, fundador e co-CEO da Loft, startup que facilita a compra, venda e locação de apartamentos por meio de uma experiência digital. E, de acordo com ele, relacionar o business com uma história pessoal é um diferencial que pode garantir sucesso em um pitch.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos