Mercado fechará em 2 h 54 min
  • BOVESPA

    110.231,16
    +1.743,27 (+1,61%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.766,34
    +248,04 (+0,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,86
    -0,42 (-0,38%)
     
  • OURO

    1.848,30
    +6,20 (+0,34%)
     
  • BTC-USD

    30.135,18
    +213,78 (+0,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    677,56
    +2,68 (+0,40%)
     
  • S&P500

    3.960,32
    +58,96 (+1,51%)
     
  • DOW JONES

    31.842,14
    +580,24 (+1,86%)
     
  • FTSE

    7.513,44
    +123,46 (+1,67%)
     
  • HANG SENG

    20.470,06
    -247,18 (-1,19%)
     
  • NIKKEI

    27.001,52
    +262,49 (+0,98%)
     
  • NASDAQ

    11.979,25
    +138,50 (+1,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1212
    -0,0316 (-0,61%)
     

CEO da Holu explica como o marketplace torna a energia solar mais acessível aos brasileiros

De olho na dor do consumidor brasileiro, que paga uma das tarifas mais caras de energia elétrica, Rodrigo Freire, co-fundador e CEO da Holu, apostou na startup que facilita o acesso da população a sistemas de energia solar desde o projeto até a instalação. Apesar dos benefícios da economia com a conta de luz serem colhidos ao longo de quase três décadas, o investimento inicial em um sistema de energia solar é alto, em média R$ 30 mil. Por isso, além do marketplace que compara fornecedores e orçamentos, a Holu também auxilia os clientes no financiamento ou aluguel dos sistemas junto às instituições financeiras.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos