Mercado fechará em 2 h 15 min
  • BOVESPA

    112.844,24
    +1.555,06 (+1,40%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.211,42
    +174,37 (+0,34%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,53
    +0,18 (+0,21%)
     
  • OURO

    1.792,50
    -37,20 (-2,03%)
     
  • BTC-USD

    36.668,34
    -1.501,54 (-3,93%)
     
  • CMC Crypto 200

    840,95
    +21,44 (+2,62%)
     
  • S&P500

    4.406,45
    +56,52 (+1,30%)
     
  • DOW JONES

    34.659,30
    +491,21 (+1,44%)
     
  • FTSE

    7.550,06
    +80,28 (+1,07%)
     
  • HANG SENG

    23.807,00
    -482,90 (-1,99%)
     
  • NIKKEI

    26.170,30
    -841,03 (-3,11%)
     
  • NASDAQ

    14.312,75
    +154,25 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0456
    -0,0608 (-1,00%)
     

Brasil é o 5º país com mais redes de câmeras de vigilância com reconhecimento facial no mundo

Um índice global apontou que o Brasil figura na metade da lista dos dez países no mundo que mais possuem redes de câmeras de vigilância Hikvision e Dahua — conhecidas por sua alta capacidade de reconhecimento facial. As duas fabricantes, que ocupam as posições mais altas no mercado de aparatos de monitoramento, são conhecidas por ocupar a controversa posição de favorecer abusos aos direitos humanos na China. Ambas as tecnologias permitem o perfilamento das vítimas com base em sua racialidade, e já foram usadas para este fim em perseguição aos povos uigures, no norte do país, e podem ser adaptadas para outros padrões de detecção.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos