Mercado fechará em 4 h 26 min

Petróleo Brasileiro S.A. - Petrobras (PETR4.SA)

São Paulo - São Paulo Preço Adiado. Moeda em BRL.
Adicionar à lista
28,24-0,09 (-0,32%)
A partir de 12:19PM BRT. Mercado aberto.
Tela cheia
Fechamento anterior28,33
Abrir28,48
Preço de Compra28,32 x 0
Preço de Venda28,26 x 0
Variação do Dia28,18 - 28,82
Variação de 52 semanas23,79 - 36,31
Volume24.461.200
Estimativa Volume77.806.091
Capitalização de Mercado390B
Beta (mensalmente por 5 anos)1,37
Índice P/L (últ. 12 mes.)2,48
LPA (últ. 12 mes.)N/A
Data da ReceitaN/A
Dividendo futuro e rendimento11,55 (43,92%)
Data do Ex-Dividendo24 de mai. de 2022
Meta estimada de 1 anoN/A
  • Folhapress

    Governo avalia mecanismo para obrigar Petrobras a vender ativos, incluindo refinarias

    BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O governo avalia incluir no projeto de lei da privatização da Petrobras um mecanismo para obrigar a companhia a se desfazer de uma lista de ativos, incluindo refinarias, informaram à Folha de S.Paulo integrantes do governo envolvidos nas discussões. Na visão de defensores da medida, o setor é hoje excessivamente concentrado nas mãos da empresa, o que dá a ela poder de mercado suficiente para influenciar os preços e manter margens de lucro elevadas —ponto que tem sido

  • Folhapress

    Paes de Andrade toma posse na presidência da Petrobras sem cerimônia

    RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Sem cerimônia oficial, o novo presidente da Petrobras, Caio Paes de Andrade, assumiu o cargo nesta terça-feira (28), informou em nota a estatal. O executivo é o quarto indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) a tomar posse na companhia. A nomeação de Paes de Andrade foi confirmada pelo conselho de administração da Petrobras nesta segunda (27), com votos de sete dos dez conselheiros aptos a votar. Os outros três rejeitaram a nomeação por questionamentos sobre

  • Bloomberg

    Governo pede que Petrobras adie paradas de refinarias com crise

    (Bloomberg) -- A Petrobras pode atrasar paradas críticas para manutenção em duas refinaria a pedido do governo, em meio a uma crise de combustível na maior economia da América Latina.O adiamento dos trabalhos na Revap e RPBC, que respondem por 16% da capacidade de refino do Brasil, manteria o diesel fluindo em um momento em que a escassez de oferta global força alguns compradores a racionar combustível, enquanto outros lutam com preços crescentes em meio à guerra russa na Europa.O Brasil, um dos