FIBR3.SA - Fibria Celulose S.A.

Sao Paolo - Sao Paolo Preço Adiado. Moeda em BRL.
66,76
-0,08 (-0,12%)
No fechamento: 6:11PM BRST
O gráfico de ações não é compatível com seu navegador atual
Fechamento anterior66,84
Abrir0,00
Preço de Compra66,30 x 0
Preço de Venda67,00 x 0
Variação do Dia0,00 - 0,00
Variação de 52 semanas
Volume0
Estimativa Volume1.587.793
Capitalização de Mercado36,932B
Beta (3A, mensalmente)-0,59
Índice P/L (últ. 12 mes.)20,46
LPA (últ. 12 mes.)3,26
Data da Receita28 de jan de 2019 - 1 de fev de 2019
Dividendo futuro e rendimento0,47 (0,69%)
Data do Ex-Dividendo2018-12-04
Meta estimada de 1 ano78,45
  • JBS contrata Guilherme Cavalcanti como vice-presidente financeiro e diretor de RI
    Reutershá 12 dias

    JBS contrata Guilherme Cavalcanti como vice-presidente financeiro e diretor de RI

    SÃO PAULO (Reuters) - A JBS anunciou nesta quarta-feira a contratação do executivo Guilherme Cavalcanti como vice-presidente financeiro global (CFO) e diretor de relações com investidores, por indicação do novo presidente-executivo da empresa. Cavalcanti, formado em economia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, atuava desde 2012 como diretor de finanças e relações com investidores da Fibria Celulose, e antes disso exerceu cargos na mineradora Vale e nas Organizações Globo. ...

  • Reutershá 14 dias

    Votorantim Cimentos nomeia presidente da Fibria para comandar operações globais

    SÃO PAULO (Reuters) - A Votorantim Cimentos indicou o presidente-executivo da Fibria, Marcelo Castelli, para comandar suas operações a partir de fevereiro de 2019, substituindo Walter Dissinger. Castelli vai ingressar na Votorantim Cimentos após concluir no início do próximo ano o processo de integração da Fibria com a Suzano, que formará a maior produtora de celulose de eucalipto do mundo. Dissinger estava à frente da Votorantim Cimentos há cinco anos e "comunicou o desejo de se lançar a novos desafios", afirmou a companhia em comunicado. ...

  • Reutershá 14 dias

    CORREÇÃO-Klabin espera obter preços maiores de celulose após fim de contrato com Fibria

    (Na matéria de 30 de novembro, corrige nome e cargo de executivo responsável por comentários do 2º e 3º paragrafos para gerente comercial de celulose, Henrique Braga, e não diretor comercial de papéis, Flavio Deganutti) SÃO PAULO (Reuters) - A Klabin espera conseguir aumento de 5 por cento no preço da celulose que passará a vender diretamente a clientes na Europa e na Ásia a partir do primeiro trimestre do ano que vem, após o fim do contrato de fornecimento do produto para a rival Fibria, que está sendo incorporada pela Suzano "Não vamos focar em grandes contas. ...

  • Ibovespa fecha no vermelho após superar 90 mil pts pela 1ª vez na história
    Reutershá 16 dias

    Ibovespa fecha no vermelho após superar 90 mil pts pela 1ª vez na história

    Por Gabriela Mello SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa fechou em leve baixa nesta sexta-feira, após ter superado os 90 mil pontos pela primeira vez na história, mas acumulou alta de mais de 2 por cento em novembro. Investidores aproveitaram o último pregão do mês para ajustar carteiras, em dia de cautela no exterior antes da cúpula do G20. Referência no mercado acionário brasileiro, o Ibovespa cedeu 0,23 por cento, a 89.504,03 pontos. O indicador chegou a subir 0,6 por cento na máxima da sessão, quando atingiu nova máxima intradia de 90.245,54 pontos. Na semana, a alta foi de 3,8 por cento. ...

  • Reutershá 17 dias

    Suzano oferta contrato anual de celulose com preço fixo após acordo com Fibria

    SÃO PAULO (Reuters) - A Suzano iniciou oferta de contratos anuais de venda de celulose com preço fixo, em uma estratégia para reduzir volatilidade nos preços da commodity e em um momento em que a empresa conseguiu aprovar a fusão com a rival Fibria junto a autoridades regulatórias globais. Segundo o diretor da área de celulose da Suzano, Carlos Aníbal, a companhia está oferecendo contratos para o fim de 2019 com preços de lista baseados nos níveis atuais. A companhia normalmente oferece contratos anuais, mas os preços variam ao longo da vigência. ...

  • Ibovespa se firma no azul e supera 90 mil pts pela 1ª vez na história
    Reutershá 17 dias

    Ibovespa se firma no azul e supera 90 mil pts pela 1ª vez na história

    Por Gabriela Mello SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice de ações da bolsa paulista se firmava em território positivo na tarde desta sexta-feira, superando a marca de 90 mil pontos pela primeira vez na história, enquanto as ações de bancos renovavam as máximas em pregão marcado por ajustes de posições típico do fim de mês e cautela no exterior antes de cúpula do G20. Às 15:32, o Ibovespa subia 0,51 por cento, a 90.167,47 pontos. O volume financeiro somava 8,5 bilhões de reais. O indicador chegou a subir 0,58 por cento no melhor momento da sessão, atingindo a máxima intradia de 90. ...

  • Ibovespa ronda estabilidade com ajustes de posições em último pregão do mês
    Reutershá 17 dias

    Ibovespa ronda estabilidade com ajustes de posições em último pregão do mês

    Por Gabriela Mello SÃO PAULO (Reuters) - O mercado acionário brasileiro oscilava em torno da estabilidade nesta sexta-feira, depois de renovar máximas e encostar nos 90 mil pontos na véspera, com os investidores aproveitando o último pregão do mês para ajustar as suas carteiras, enquanto no exterior prevalecia um sentimento de cautela antes da reunião do G20 na Argentina. Às 11:43, o Ibovespa subia 0,08 por cento, a 89.783,58 pontos. O giro financeiro somava 1,95 bilhão de reais. Na quinta-feira, o indicador registrou uma nova máxima de fechamento, a 89. ...

  • Reutershá 17 dias

    Fusão Suzano/Fibria será concluída em 14 de janeiro de 2019

    SÃO PAULO (Reuters) - As produtoras de celulose Suzano e Fibria anunciaram nesta quinta-feira o cronograma para concluir a fusão anunciada mais cedo neste ano. A programação envolve a substituição das ações da Fibria por ações da Eucalipto e depois a troca dessas por ações da Suzano, que começará em 4 de janeiro e terminará em 8 de janeiro. A fusão será consumada em 14 de janeiro de 2019. O anúncio ocorre no mesmo dia em que a fusão foi aprovada pela União Europeia. (Por Aluisio Alves)

  • Suzano obtém aprovação da UE para incorporar Fibria com interrupção de contrato com Klabin
    Reutershá 18 dias

    Suzano obtém aprovação da UE para incorporar Fibria com interrupção de contrato com Klabin

    SÃO PAULO (Reuters) - A criação da maior produtora de celulose de eucalipto do mundo, oriunda da incorporação da Fibria pela Suzano, foi aprovada pela União Europeia, afirmaram as empresas nesta quinta-feira, liberando-as para marcarem a conclusão do processo de formação do grupo para 14 de janeiro. Como consequência, o contrato de fornecimento de celulose produzida pela Klabin para a Fibria será interrompido, uma condicionante imposta pelo bloco de países para aprovar a operação, informaram as companhias. ...

  • Reutershá 18 dias

    Klabin vai interromper contrato de celulose acertado com Fibria

    SÃO PAULO (Reuters) - A Klabin informou nesta quinta-feira que diz que vai interromper contrato de fornecimento de celulose de fibra curta para a rival Fibria, optando por distribuir o insumo produzido em sua fábrica no Paraná de maneira independente no mercado internacional. O contrato com a Fibria foi acertado em 2015, prevendo fornecimento de um mínimo de 900 mil toneladas de celulose por ano. O acordo tinha prazo de seis anos. ...

  • Bradesco deve crescer crédito em mais de 10% em 2019, diz Lazari
    Bloombergmês passado

    Bradesco deve crescer crédito em mais de 10% em 2019, diz Lazari

    (Bloomberg) -- Bradesco, o segundo maior banco da América Latina em valor de mercado, vai aumentar sua carteira de empréstimos em pelo menos 10 porcento no próximo ano, em meio à expectativa de que o novo governo promova políticas favoráveis ​​ao mercado e aumente o crescimento econômico, disse o presidente Octavio de Lazari.

  • Antaq aprova fusão de Suzano e Fibria
    Reutersmês passado

    Antaq aprova fusão de Suzano e Fibria

    SÃO PAULO (Reuters) - A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ) aprovou a fusão entre Suzano e Fibria, de acordo com comunicados de ambas as companhias nesta quarta-feira. Em março, a Suzano fechou acordo com os controladores da Fibria - Votorantim e BNDES - para unir as operações das duas empresas, criando a maior produtora de celulose do mundo. De acordo com as duas empresas, a concretização da fusão depende ainda da aprovação por autoridade de concorrência da Europa. (Por Taís Haupt; Edição de Paula Arend Laier)

  • Reutersmês passado

    Votorantim tem lucro menor no 3º tri, impactado por câmbio

    Por Carolina Mandl SÃO PAULO (Reuters) - O grupo Votorantim divulgou nesta sexta-feira uma acentuada queda no lucro líquido do terceiro trimestre em relação a um ano antes, resultado pressionado pela desvalorização do real. O lucro líquido somou 112 milhões de reais no período, queda de 78,4 por cento na comparação anual. Em comunicado, a Votorantim afirmou que a desvalorização cambial pressionou os custos da empresa com dívida, o que ofuscou as receitas maiores. ...

  • Ibovespa avança e fecha na máxima desde fevereiro; Telefônica Brasil salta 14%
    Reutershá 2 meses

    Ibovespa avança e fecha na máxima desde fevereiro; Telefônica Brasil salta 14%

    Por Paula Arend Laier SÃO PAULO (Reuters) - A bolsa paulista fechou com o Ibovespa em forte alta nesta terça-feira, na máxima em oito meses, em movimento apoiado principalmente no avanço de Petrobras e de bancos, diante de perspectivas positivas para o novo governo, com Telefônica Brasil saltando mais de 14 por cento após balanço. Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa subiu 3,69 por cento, a 86.885,71 pontos, maior patamar desde 27 de fevereiro deste ano. O volume financeiro na bolsa alcançou 20,5 bilhões de reais, mais uma vez acima da já elevada média diária do ...

  • Ibovespa engata recuperação e sobe 2%; Telefônica Brasil dispara após balanço
    Reutershá 2 meses

    Ibovespa engata recuperação e sobe 2%; Telefônica Brasil dispara após balanço

    Por Paula Arend Laier SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa avançava mais de 2 por cento nesta terça-feira, com as ações da Telefônica Brasil liderando os ganhos após salto no lucro do terceiro trimestre, com viés positivo endossado por sinalizações do presidente eleito sobre a reforma da Previdência e expectativa de votação do projeto de lei da cessão onerosa. Às 12:18, o Ibovespa subia 2,51 por cento, a 85.899,96 pontos. O volume financeiro somava 7,2 bilhões de reais. Na véspera, o índice de referência do mercado acionário brasileiro caiu 2,24 por cento, a 83. ...

  • Suzano vê mercado de celulose equilibrado, discutirá "opções" para crescimento no início de 2019
    Reutershá 2 meses

    Suzano vê mercado de celulose equilibrado, discutirá "opções" para crescimento no início de 2019

    SÃO PAULO (Reuters) - A Suzano avalia que poderá concluir a operação de integração da rival Fibria entre dezembro e a primeira quinzena de janeiro do próximo ano, liberando a empresa para discutir o crescimento futuro do grupo combinado em um momento em que o cenário de oferta e demanda de celulose no mundo está equilibrado. "A companhia vai ter potencial de geração de caixa expressivo, a desalavancagem está mais rápida do que esperávamos, isso gera um nível de flexibilidade maior para discutirmos opcionalidades... ...

  • Suzano tem prejuízo de R$108 mi no 3º tri, mas resultado operacional dispara
    Reutershá 2 meses

    Suzano tem prejuízo de R$108 mi no 3º tri, mas resultado operacional dispara

    SÃO PAULO (Reuters) - A Suzano Papel e Celulose teve prejuízo líquido de 108 milhões de reais no terceiro trimestre, revertendo resultado positivo de 801 milhões obtido no mesmo período de 2017, sob impacto do câmbio sobre financiamentos que incluem os obtidos para incorporar a rival Fibria. O resultado operacional, porém, apresentou um salto de 78,6 por cento sobre um ano antes, com o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado atingindo o recorde de 2,118 bilhões de reais. ...

  • Ibovespa fecha em forte queda pressionado por declínio em Wall Street
    Reutershá 2 meses

    Ibovespa fecha em forte queda pressionado por declínio em Wall Street

    Por Paula Arend Laier SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa fechou em queda e na mínima em quase duas semanas nesta quarta-feira, minado pelo forte recuo das bolsas nos Estados Unidos, em sessão marcada pelo começo da temporada de resultados no país com Fibria e WEG e ausência de novidades relevantes no cenário eleitoral. Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa caiu 2,62 por cento, a 83.063,56 pontos, menor patamar desde 11 de outubro. O volume financeiro do pregão somou 13,6 bilhões de reais. ...

  • Fraqueza em Wall Street dita queda do Ibovespa; Fibria e WEG abrem temporada de balanços
    Reutershá 2 meses

    Fraqueza em Wall Street dita queda do Ibovespa; Fibria e WEG abrem temporada de balanços

    Por Paula Arend Laier SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa perdia o fôlego e recuava nesta quarta-feira, com Vale e bancos entre as maiores pressões negativas, em meio à fraqueza em Wall Street e ausência de novidades relevantes sobre o panorama eleitoral brasileiro, com Fibria e WEG abrindo a temporada de balanços no país. Às 12:25, o Ibovespa caía 1,55 por cento, a 83.976,56 pontos, após abertura mais positiva, quando subiu 0,6 por cento. O volume financeiro do pregão somava 5,9 bilhões de reais. ...

  • Cenário global de oferta e demanda de celulose deve continuar apertado, diz Fibria
    Reutershá 2 meses

    Cenário global de oferta e demanda de celulose deve continuar apertado, diz Fibria

    SÃO PAULO (Reuters) - O mercado global de celulose deve continuar apertado nos próximos meses, diante da entrada de novas capacidades de produção de papel na China e em outras partes do mundo, afirmou nesta quarta-feira o diretor comercial da maior produtora de celulose de eucalipto do mundo, Fibria. Segundo o diretor comercial da fabricante brasileira, Henri Philippe Van Keer, entre o terceiro e quarto trimestres deste ano a capacidade de produção global de papel deve subir em 5,1 milhão de toneladas e seguirá avançando no início do próximo ano. ...

  • Fibria avança mais de 1% na abertura após resultado do 3º tri com Ebitda recorde
    Reutershá 2 meses

    Fibria avança mais de 1% na abertura após resultado do 3º tri com Ebitda recorde

    (Reuters) - As ações da Fibria Celulose subiram mais de 1 por cento nos primeiros negócios desta quarta-feira, em meio à recepção positiva para o balanço do terceiro trimestre, com Ebitda recorde de 3,27 bilhões de reais, alta de 160 por cento em relação ao mesmo período do ano passado. A margem Ebitda ajustada atingiu 63 por cento. Às 10:13, os papéis da fabricante de celulose subiam 0,39 por cento, a 72,51 reais, enquanto o Ibovespa tinha variação positiva de 0,23 por cento. Logo após a abertura, as ações da Fibria chegaram a subir 1,16 por cento. ...

  • Reutershá 2 meses

    Fibria tem alta de 52% no lucro e Ebitda bate recorde no 3º tri

    Por Raquel Stenzel SÃO PAULO (Reuters) - O lucro da Fibria Celulose subiu 52 por cento no terceiro trimestre na comparação anual para 1,13 bilhão de reais, com um desempenho impulsionado pela receita líquida recorde no período, em meio ao aumento da produção e à depreciação do real frente ao dólar, informou a empresa nesta quarta-feira. O resultado operacional medido pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado, também recorde, somou 3,269 bilhões de reais -- alta de 160 por cento em relação ao terceiro trimestre do ano passado. ...

  • Aversão a risco global dita queda do Ibovespa antes de balanços e desfecho eleitoral
    Reutershá 2 meses

    Aversão a risco global dita queda do Ibovespa antes de balanços e desfecho eleitoral

    Por Paula Arend Laier SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa recuava nesta terça-feira, após duas altas seguidas, contaminado pela aversão a risco no mercado global, enquanto agentes financeiros aguardam resultados corporativos locais e o desfecho da eleição presidencial no país e seus desdobramentos. Às 10:54, o índice de referência do mercado acionário brasileiro caía 1,3 por cento, a 84.486,21 pontos. O volume financeiro somava 2,2 bilhão de reais. Nos últimos dois pregões, o Ibovespa acumulou alta de pouco mais de 2 por cento. ...

  • Bloomberghá 2 meses

    Briga de bilionários opõe reis da carne e herdeiro da celulose

    (Bloomberg) -- Joesley e Wesley Batista, os magnatas brasileiros da carne que foram envolvidos em um escândalo de corrupção no ano passado, agora se encontram no meio de uma disputa bizarra com um herdeiro da família Widjaja, da Indonésia.

  • Reutershá 2 meses

    Suzano sobe após superintendência do Cade aprovar fusão com Fibria, que opera estável

    SÃO PAULO (Reuters) - As ações da Suzano Papel e Celulose e da Fibria Celulose tinham variações tímidas nesta segunda-feira, no primeiro pregão após a Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovar sem restrições a fusão das duas companhias, que criou a maior produtora de celulose do mundo. Por volta das 11:30, os papéis da Suzano tinham alta de 0,77 por cento, a 41,87 reais, enquanto Fibria operava com variação positiva de 0,11 por cento, a 72,50 reais. No mesmo horário, o Ibovespa subia 1 por cento. ...