Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,50 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,11 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,82
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.832,00
    +16,30 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    57.632,22
    -536,38 (-0,92%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,28 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,23 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.715,50
    +117,75 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3651
    -0,0015 (-0,02%)
     

ZTE Axon 30 com câmera sob o display é adiado e aguarda nova data de estreia

Renan da Silva Dores
·2 minuto de leitura

Em evento realizado nesta quinta-feira (15), a ZTE anunciou seus novos smartphones focados no mercado de alto desempenho, o Axon 30 Pro e o Axon 30 Ultra. Ambos contam com especificações potentes, incluindo chipset Snapdragon 888, câmeras de até 64 MP e armazenamento de até 1 TB, suficiente para atender mesmo aqueles que mantém muitos apps instalados no telefone.

Curiosamente, os novos flagships não contam com a tecnologia de câmera frontal sob o display que seu antecessor, o Axon 20 5G, estreou no ano passado. O recurso acabou sendo reservado para o Axon 30 tradicional, que não foi anunciado hoje. Rumores começaram a indicar que o modelo teria sido cancelado, mas esse não é o caso, como confirmou a própria fabricante.

Axon 30 é adiado devido à escassez de chips

Comentando a ausência do modelo padrão, o presidente da divisão de smartphones da ZTE, Ni Fei, confirmou que o Axon 30 será lançado e que contará com a câmera frontal sob o display. Segundo ele, o aparelho precisou ser adiado, em virtude da severa escassez de chips que a indústria está enfrentando. Ainda assim, o executivo garantiu que o celular deve ser lançado "em breve".

Com foco no Axon 30 Ultra, a ZTE adiou o Axon 30 diante da escassez de chips (Imagem: Divulgação/ZTE)
Com foco no Axon 30 Ultra, a ZTE adiou o Axon 30 diante da escassez de chips (Imagem: Divulgação/ZTE)

Vale lembrar que a ZTE não foi a única fabricante a mudar seus planos frente à crise de processadores. A Samsung anunciou no início do ano que havia adiado o lançamento de seu próximo Galaxy Note para 2022, visando focar os estoques de chipsets em lançamentos de maior impacto.

A gravidade da situação é reforçada por rumores que indicam, por exemplo, que a Qualcomm tem estabelecido prazos de mais de sete meses para entrega de encomendas, tempo longo demais para a indústria da tecnologia.

O que esperar do Axon 30?

Com os rumores e vazamentos focados no poderoso Axon 30 Ultra, pouco se sabe sobre o Axon 30 tradicional, ainda que ao menos a câmera frontal sob o display está garantida. O componente deve utilizar a segunda geração da tecnologia de tela transparente, oferecendo melhorias significativas: além de aumentar a densidade de pixels, que passa de 200 PPI para 400 PPI, a novidade é agora compatível com taxa de atualização de 120 Hz.

O Axon 30 deve contar com a segunda geração de câmera frontal sob a tela, trazendo suporte a resoluções e taxas de atualização maiores (Imagem: Divulgação/ZTE)
O Axon 30 deve contar com a segunda geração de câmera frontal sob a tela, trazendo suporte a resoluções e taxas de atualização maiores (Imagem: Divulgação/ZTE)

Apesar disso, aprimoramentos na qualidade de fotografia não são esperadas, considerando que a ZTE não comentou sobre isso durante o anúncio, ocorrido no final de fevereiro. No mais, acredita-se que o Axon 30 mantenha o Snapdragon 888 dos irmãos mais potentes, ainda que haja a possibilidade de o aparelho ser voltado para o segmento intermediário, como seu antecessor.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: