Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.801,21
    -1.775,35 (-1,44%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.195,43
    -438,48 (-0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,06
    -0,09 (-0,13%)
     
  • OURO

    1.814,30
    -0,20 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    39.835,00
    +1.450,79 (+3,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    977,06
    +50,30 (+5,43%)
     
  • S&P500

    4.402,66
    -20,49 (-0,46%)
     
  • DOW JONES

    34.792,67
    -323,73 (-0,92%)
     
  • FTSE

    7.123,86
    +18,14 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    26.426,55
    +231,73 (+0,88%)
     
  • NIKKEI

    27.584,08
    -57,75 (-0,21%)
     
  • NASDAQ

    15.082,00
    +8,50 (+0,06%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1183
    -0,0472 (-0,77%)
     

Zoom compra empresa de ligações em nuvem para ampliar serviço corporativo

·1 minuto de leitura

A empresa de videoconferência Zoom fechou um acordo de US$ 14,7 bilhões (R$ 77,2 bilhões na conversão direta) para comprar a operadora de call center dos EUA Five9. Segundo a Reuters, a ideia da aquisição é expandir o Zoom para além das chamadas em vídeo, ampliando sua carteira de serviços.

Isso porque de acordo com Raimo Lenschow, analista do Barclays ouvido pela reportagem, a empresa queridinha da pandemia está mudando o foco para o Zoom Phone, de ligações telefônicas na nuvem, e para o Zoom Rooms, versão mais robusta do seu videochat voltado a empresas, com recursos como compartilhamento de tela sem fio e integração com o Microsoft Teams.

A compra também ocorre em um momento estratégico, já que o Zoom cresceu rapidamente durante os primeiros meses da pandemia de COVID-19, mas já sente a concorrência reagindo, do próprio Teams ao Google Meet, que recentemente restringiu a chamada na versão gratuita para até uma hora – o que, por sua vez, valoriza a versão paga, para o setor corporativo.

Zoom Rooms. Imagem: Divulgação
Zoom Rooms. Imagem: Divulgação

O software de call center do Five9 é usado por mais de 2.000 clientes em todo o mundo e alguns de seus clientes são as fabricantes de roupas esportivas Under Armour e Lululemon, e a japonesa Olympus, voltada a produtos médicos.

"Espera-se que a aquisição ajude a aumentar a presença da Zoom com clientes corporativos e permita que ela acelere sua oportunidade de crescimento de longo prazo, adicionando o mercado de contact center de US$ 24 bilhões", disse a Zoom em um comunicado no domingo (18).

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos