Mercado fechado

Zico comenta queda de rendimento do Flamengo e alerta: 'Não pode jogar com as vitórias do passado'

LANCE!
·2 minuto de leitura


Após um 2019 e o início de 2020 repleto de títulos, esperava-se que o Flamengo iniciaria uma dinastia no futebol brasileiro, assim como fez no início da década de 80. No entanto, a realidade não foi essa. Trocas de treinadores aconteceram, jogadores caíram de rendimento e o Rubro-Negro tem grandes chances de acabar a temporada de forma melancólica.

+ Olho neles! Veja técnicos estrangeiros que podem ser opções para times brasileiros em 2021

Sobre o motivo dessa queda de desempenho, Zico garante que faltou aos jogadores a vontade de vencer mais. Em entrevista ao Esporte Interativo, o maior ídolo rubro-negro lembrou o pensamento da equipe que fez história 30 anos atrás e avaliou que as mudanças de treinadores não justificam o time deixar de ser campeão.

- Não é fácil para os jogadores manterem aquela coisa de que “quanto mais eu ganho, mais eu quero ganhar e mais eu preciso ganhar”, e isso tem que ser um lema. Nós, durante o nosso período, mudamos o treinador, foram quatro eu acho, e a gente não deixou de ganhar por isso, porque o lema do nosso time era ganhar ou ganhar. A gente tem que pensar: vamos superar tudo e ajudar quem está ali de fora. Eu acho que isso faltou um pouco.

+ Veja mais notícias do Flamengo
+ Ainda dá para o Fla? Veja a tabela completa do Brasileirão


No bate-papo, Zico alertou que a mentalidade do elenco rubro-negro precisa mudar. Para ele, o Flamengo é visto como o "time a ser batido" pelos adversários, portanto deve entrar com mais vontade ainda em ganhar as partidas.

– Os adversários vêm diferente contra o Flamengo. Quando eles ganham, a vibração, parece que ganharam um título, é outra. O Flamengo é o time a ser batido… Então, o jogador que está no Flamengo tem que entender isso e tem que saber: se o cara vem do outro lado com fome, eu tenho que ir com fome redobrada, porque eu já estou no Flamengo. Você não pode jogar com as vitórias do passado, tem que jogar querendo ganhar de novo no presente.

+ COLUNA DE VÍDEO: L! analisa motivos para a má fase do Flamengo

SITUAÇÃO DELICADA NA TABELA

A derrota para o Ceará por 2 a 0 na última rodada foi a 12ª partida de Rogério Ceni sob o comando do Flamengo. Até o momento, o técnico acumula quatro vitórias, quatro empates e quatro derrotas, em um aproveitamento de 44,4%.

Faltando 10 rodadas para o fim do Brasileirão, o Flamengo está em quarto lugar, com 49 pontos, a sete do líder, São Paulo. O próximo compromisso do Rubro-Negro é contra o Goiás, na próxima segunda-feira, em Goiânia.