Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.259,49
    -831,51 (-0,64%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.579,10
    -329,10 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,51
    -0,64 (-0,89%)
     
  • OURO

    1.823,80
    -37,60 (-2,02%)
     
  • BTC-USD

    38.796,09
    -1.288,69 (-3,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    964,29
    -28,18 (-2,84%)
     
  • S&P500

    4.223,70
    -22,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.033,67
    -265,63 (-0,77%)
     
  • FTSE

    7.184,95
    +12,47 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    28.423,24
    -13,60 (-0,05%)
     
  • NIKKEI

    28.916,25
    -374,76 (-1,28%)
     
  • NASDAQ

    13.904,50
    -76,75 (-0,55%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0661
    +0,0041 (+0,07%)
     

Yuan Digital não é feito para vigilância, garante ex-oficial do BC chinês

·2 minuto de leitura

Um ex-funcionário do Banco do Povo da China (PBoC) defendeu o país, esclarecendo as motivações por trás do desenvolvimento do yuan digital, moeda digital de banco central (CBDC).

O ex-diretor do instituto de moeda digital no PBoC, Yao Qian, negou que o yuan digital tenha sido planejado como uma ferramenta de vigilância. Segundo reportagem, ele esclareceu que a China decidiu desenvolver a moeda como uma contramedida as cada vez mais populares “plataformas de pagamento privadas”.

Preocupações com o yuan digital

Yao falou durante um painel no Fórum Financeiro Internacional de Pequim. Seus comentários contestam as afirmações feitas pelo presidente do Federal Reserve dos Estados Unidos, Jerome Powell, em uma entrevista coletiva realizada na última sexta-feira (28).

O chefe do BC americano indicou que a moeda digital chinesa não funcionaria nos EUA, alegando que o yuan digital permitia ao governo chinês “ver todos os pagamentos em que é usada e para o qual é usada em tempo real.”

Yao insistiu que não era esse o caso, argumentando que um CBDC é necessário para os bancos centrais inovarem as moedas fiduciárias em meio à ascensão dos ativos digitais.

O yuan digital tem sido objeto de muito debate desde seu anúncio inicial. Muitos questionaram os efeitos que teria nas indústrias, como os operadores de jogos de azar em Macau.

Autoridades dos EUA também expressaram preocupações de que isso poderia minar o domínio do dólar. Em abril, relatórios revelaram que o governo Biden estava de olho no desenvolvimento do CBDC.

No entanto, em maio, Hester Peirce, comissária da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC), afirmou que o yuan digital não prejudicará a moeda norte-americana.

O mundo girando em torno dos CBDCs

A China dificilmente é o único país atento aos CBDCs. Maio foi especialmente agitado neste setor, já que nações como Canadá, África do Sul e Brasil continuaram a seguir rumo aos seus respectivos lançamentos de moeda digital.

Enquanto isso, o banco central da Suécia já começou a trabalhar na próxima fase de testes de seu CBDC. Além disso, o banco central da Coreia do Sul elaborou planos para testar sua própria moeda digital.

Ao todo, de acordo com um relatório do Bank of International Settlements, 80% dos bancos centrais do mundo já estavam conceituando e pesquisando CBDCs no início deste ano. O relatório ainda afirma que 40% estavam construindo provas de conceito e 10% já estavam implantando seus projetos-piloto.

O artigo Yuan Digital não é feito para vigilância, garante ex-oficial do BC chinês foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos