Mercado abrirá em 2 h 18 min
  • BOVESPA

    106.419,53
    -2.295,02 (-2,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.206,59
    +372,79 (+0,72%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,17
    -1,48 (-1,75%)
     
  • OURO

    1.785,00
    -8,40 (-0,47%)
     
  • BTC-USD

    59.071,52
    -3.614,80 (-5,77%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.415,44
    -89,71 (-5,96%)
     
  • S&P500

    4.574,79
    +8,31 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    35.756,88
    +15,73 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.253,95
    -23,67 (-0,33%)
     
  • HANG SENG

    25.628,74
    -409,53 (-1,57%)
     
  • NIKKEI

    29.098,24
    -7,77 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    15.545,75
    +0,75 (+0,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4602
    +0,0061 (+0,09%)
     

YouTube testa permitir download de vídeos na web, mas não como você imagina

·2 minuto de leitura

O YouTube sempre foi relutante em permitir o download de vídeos da plataforma, o que obrigava as pessoas a usar métodos não oficiais para isso. Às vezes, há um conteúdo que você deseja ver durante uma viagem de avião ou enquanto espera atendimento no médico, por exemplo, mas não tem uma conexão com a internet disponível, razão pela qual a possibilidade de baixar para assistir offline é uma solução tão demandada.

Agora, a principal plataforma de vídeos do mundo começou a testar um recurso que autoriza baixar conteúdos acessados via web/navegador para ver sem consumir dados. A novidade funciona nos moldes da opção que já existe nos apps para celular, ou seja, não é possível extrair o arquivo e fazer dele o que bem entender, mas já é um avanço considerável. O modelo do YouTube é similar ao da Netflix, no qual os conteúdos ficam guardados no próprio site.

Se você é Premium e recebeu esse aviso, então poderá baixar vídeos no YouTube (Imagem: Reprodução/Android Police)
Se você é Premium e recebeu esse aviso, então poderá baixar vídeos no YouTube (Imagem: Reprodução/Android Police)

A novidade é exclusiva para assinantes Premium e foi detectada por usuários na Índia e na França, o que significa um experimento mundial, embora sem acesso universal. Para ver se você é um dos contemplados, basta acessar o endereço youtube.com/new quando estiver logado e verificar se a página do Labs exibe o aviso acima — a novidade ainda não apareceu aqui na redação do Canaltech.

Se aparecer, você foi um dos escolhidos para testar a novidade e poderá baixar os conteúdos desejados. O botão de download fica estrategicamente posicionado logo abaixo do título, na barra de ferramentas, entre o botão "Compartilhar" e o "Salvar". Nas configurações, é possível escolher em qual qualidade deseja efetuar a transferência — por enquanto, 1080p é o máximo — e se deseja excluir algum conteúdo.

O botão de download aparecerá de modo experimental (Imagem: Reprodução/Android Police)
O botão de download aparecerá de modo experimental (Imagem: Reprodução/Android Police)

Tudo que for descarregado para seu perfil ficará acessível pelo endereço youtube.com/feed/download ou pelo acesso no painel de navegação lateral. Por enquanto, esta é uma novidade exclusiva da versão para navegadores no desktop (Windows, MacOS e Chrome OS).

Os vídeos disponíveis offline ficam em uma área específica do YouTube (Imagem: Reprodução/Android Police)
Os vídeos disponíveis offline ficam em uma área específica do YouTube (Imagem: Reprodução/Android Police)

O recurso experimental ficará liberado somente até o dia 19 de outubro. Depois, ainda não está claro se ele será removido para ajustes ou expandido para todos os assinantes Premium do YouTube. O fato é que esta adição seria muito bem-vinda para todos, inclusive para o YouTube, que em certa medida se livraria definitivamente das extensões de navegadores ou sites para baixar aquivos

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos