Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.513,62
    +1.085,64 (+0,85%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.558,32
    +387,54 (+0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,23
    -0,07 (-0,10%)
     
  • OURO

    1.775,40
    -1,30 (-0,07%)
     
  • BTC-USD

    34.612,38
    +951,70 (+2,83%)
     
  • CMC Crypto 200

    837,58
    +50,96 (+6,48%)
     
  • S&P500

    4.266,49
    +24,65 (+0,58%)
     
  • DOW JONES

    34.196,82
    +322,58 (+0,95%)
     
  • FTSE

    7.109,97
    +35,91 (+0,51%)
     
  • HANG SENG

    28.882,46
    +65,39 (+0,23%)
     
  • NIKKEI

    28.875,23
    +0,34 (+0,00%)
     
  • NASDAQ

    14.354,25
    0,00 (0,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,8620
    -0,0003 (-0,01%)
     

YouTube Shorts chega no Brasil. Saiba como usar!

·3 minuto de leitura
YouTube Shorts chega no Brasil. Saiba como usar!
YouTube Shorts chega no Brasil. Saiba como usar!

O Shorts é a nova ferramenta de criação de vídeos curtos e engraçados do YouTube e, de acordo com um post do blog oficial, a ferramenta já está disponível no Brasil. Mas, parece que ainda está livre para um pequeno número de usuários. Se você é um dos sortudos que já recebeu a atualização é quer aprender a usar esse recurso, preparamos um tutorial para você entender como funciona o Shorts.

Como criar um Shorts no YouTube?

Ao atualizar o app do YouTube, toque no botão “+”, que fica no centro da barra inferior. Você verá a opção Criar um Short. Toque nela para começar a criar seus vídeos à lá TikTok. O Youtube irá pedir acesso à câmera e ao microfone do seu celular, sem isso não será possível continuar. Após liberar, você verá uma tela que irá te permitir gravar um vídeo segurando o botão central ou utilizando o Timer para usar com as mãos livres. Também é possível subir um vídeo da galeria do celular.

Com o vídeo pronto, a ferramenta oferece opções de edição. É possível descartar o vídeo que acabou de ser gravado com o botão Desfazer, que fica ao lado esquerdo do botão de gravar. Caso se arrependa do descarte, volte com Refazer, que fica ao lado direito. Após gravar uma série de vídeos curtos, você pode alinhá-los com o botão Alinhar.

Brinque com músicas da biblioteca ou do YouTube

Complementando a criação audiovisual, a ferramenta tem um botão que permite inserir músicas, tanto da biblioteca ou sampleando do próprio YouTube. Após inserir a música, o usuário pode recortar o trecho que irá tocar no vídeo. Shorts que infringirem os direitos autorais de músicas, ficaram indisponíveis por 30 dias até serem deletados. O criador receberá um email com o aviso e poderá baixar o arquivo sem o áudio para uma nova edição.

O Shorts também oferece a opção de inserir textos no vídeo. Após escrever o que deseja, o app libera o botão de Linha do Tempo na parte inferior da tela. Ali, é possível editar a duração do texto na tela e em qual camada de prioridade ele estará em relação a outros textos. Por fim, como os demais recursos criados para concorrer com o TikTok, o Shorts possui alguns filtros que podem ser adicionados no vídeo para deixá-lo mais engraçado ou parecidos com aqueles postados na outra rede.

Para visualizar os Shorts produzidos por você ou outros criadores, os vídeos ficam em uma seção parecida com a do Reels. O botão para a seção Shorts fica localizado na barra inferior do lado esquerdo do botão central “+”. Nela, os vídeos ficam dispostos de forma horizontal e podem ser passados deslizando (igual o Reels ou o TikTok). Também é possível assistir os Shorts na página principal do YouTube em uma seção da tela voltada só para isso. Por fim, ao acessar o canal de um usuário, haverá uma seção parecida com os Stories do Facebook, mas com os Shorts do usuário.

Um pouco mais da novidade

Com funcionamento similar ao Reels ou ao próprio TikTok (concorrente que inspirou a criação da ferramenta), o Shorts permite criar vídeos curtos diretos do app que ficam no canal do usuário. A ferramenta foi liberada primeiro na Índia, como parte do beta teste inicial. Em março deste ano, a ferramenta foi liberada também para os EUA. Como é possível notar ao tentar criar um novo vídeo, o YouTube Shorts chegou ao Brasil também em versão beta.

Se você ainda não recebeu, é porque a empresa está distribuindo aos poucos. Até o final do mês, é provável que um número maior de brasileiros já estejam com a ferramenta em mãos. Existe a possibilidade de usuários Android receberem antes dos usuários iOS.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos