Mercado fechará em 1 h 6 min
  • BOVESPA

    107.290,20
    +1.043,05 (+0,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.472,60
    +1.078,57 (+2,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    112,01
    +2,42 (+2,21%)
     
  • OURO

    1.839,30
    +23,40 (+1,29%)
     
  • BTC-USD

    30.197,44
    +1.022,22 (+3,50%)
     
  • CMC Crypto 200

    671,75
    +19,52 (+2,99%)
     
  • S&P500

    3.933,28
    +9,60 (+0,24%)
     
  • DOW JONES

    31.464,08
    -25,99 (-0,08%)
     
  • FTSE

    7.302,74
    -135,35 (-1,82%)
     
  • HANG SENG

    20.120,68
    -523,62 (-2,54%)
     
  • NIKKEI

    26.402,84
    -508,36 (-1,89%)
     
  • NASDAQ

    11.961,25
    +25,75 (+0,22%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1862
    -0,0321 (-0,62%)
     

YouTube Go será descontinuado

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Em agosto, o aplicativo YouTube Go será descontinuado. A versão enxuta da plataforma para celulares com Android Go, edições mais leves do SO, será substituída pelo app tradicional que, segundo o Google, oferece uma “melhor experiência” em usabilidade e as mesmas funções que o programa adaptado.

O YouTube Go foi lançado em 2016 como uma alternativa leve para celulares de entrada com Android Go. O programa era basicamente uma versão “capada” do aplicativo original, mas que garantia funções básicas para a plataforma, como a capacidade de comentar, publicar e criar conteúdo e usar o tema escuro.

(Imagem: Divulgação/YouTube)
(Imagem: Divulgação/YouTube)

Segundo o Google, porém, essa adaptação já não é mais necessária. Desde que o YouTube Go estreou, o app padrão continuou evoluindo e, atualmente, é leve o suficiente para embarcar em dispositivos mais baratos.

“Especificamente, melhoramos o desempenho para dispositivos básicos ou para aqueles que assistem ao YouTube em redes mais lentas. Também estamos criando ajustes adicionais que ajudam a diminuir o uso de dados móveis para espectadores com dados limitados”, explicou o Google em comunicado.

Menos apps, melhores recursos

Uma vez que a quantidade de plataformas suportadas diminui, o YouTube pode dedicar mais esforços para manter as distribuições existentes e manter todos os usuários num mesmo nível. O YouTube Go, por ser uma versão adaptada do app tradicional, exigia atenção dedicada e um planejamento cuidadoso para a implementação de funcionalidades.

Agora com o app principal, além de funções básicas, usuários com Android Go poderão consumir conteúdo com mais conforto e ter acesso a recursos que toda a comunidade já aproveita — incluindo o acesso ao YouTube Go, se gostar do formato. Além disso, se o programa não funcionar bem no celular mais fraco, ainda dá para consumir conteúdo pela versão web (embora essa não seja a melhor alternativa).

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos