Mercado abrirá em 6 h 33 min
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,21 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,17
    -0,78 (-1,05%)
     
  • OURO

    1.812,30
    -4,90 (-0,27%)
     
  • BTC-USD

    39.769,61
    -2.042,79 (-4,89%)
     
  • CMC Crypto 200

    963,73
    +13,83 (+1,46%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,03 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    26.197,98
    +236,95 (+0,91%)
     
  • NIKKEI

    27.781,02
    +497,43 (+1,82%)
     
  • NASDAQ

    15.039,25
    +83,50 (+0,56%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1584
    -0,0296 (-0,48%)
     

YouTube proíbe anúncios de política, álcool e apostas no topo de página

·1 minuto de leitura
.

Por Elizabeth Culliford

(Reuters) - O Youtube, da Alphabet, não permitirá mais anúncios políticos ou eleitorais em seu cobiçado cabeçalho da página inicial do site, nem anúncios de álcool, jogos de azar e medicamentos controlados, disse a empresa nesta segunda-feira.

Em um e-mail para anunciantes, visto pela Reuters, o YouTube disse que a decisão se baseou em sua mudança no ano passado de aposentar todos os anúncios de 'masthead' de dia inteiro.

"Revisamos regularmente nossos requisitos de publicidade para garantir que equilibrem as necessidades dos anunciantes e dos usuários", disse um porta-voz do Google em comunicado.

"Acreditamos que esta atualização terá como base as mudanças que fizemos no ano passado no processo de reserva do masthead e levará a uma melhor experiência para os usuários."

O Google disse que a mudança em seu bloco de anúncios mais proeminente, que foi relatado pela primeira vez pela Axios, entra em vigor imediatamente.

O Google interrompeu completamente os anúncios políticos em torno da eleição presidencial dos Estados Unidos e novamente antes da posse do presidente Joe Biden em janeiro deste ano, citando sua política sobre eventos delicados.

(Reportagem de Elizabeth Culliford)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos