Mercado fechado

YouTube prepara recurso de vídeos curtos para concorrer com o TikTok

Diego Sousa

O YouTube repetiu o Facebook e também tenta fisgar os usuários do TikTok. A plataforma de vídeos está testando uma nova ferramenta para dispositivos Android e iOS que possibilita aos criadores de conteúdos gravarem vídeos com até 15 segundos e uparem em seus canais.

Em comunicado, o YouTube sugeriu que os clipes gravados eventualmente se fundirão aos vídeos do canal — aparentemente, são extensões dos vídeos tradicionais. “Estamos testando uma nova maneira de os criadores gravarem facilmente vários clipes e enviarem como um vídeo”, disse a empresa.

A interface parece bastante semelhante ao Stories, já que basta segurar o botão do obturador da câmera para gravar os conteúdos. No entanto, a grande novidade da ferramenta será a possibilidade de enviar vídeos mais longos de uma só vez. Segundo o YouTube, o envio poderá ser feito apenas da galeria do celular.

Todos contra um

Nos últimos anos, vimos diversas redes sociais implementarem ferramentas para bater de frente com o TikTok, app que está conquistando cada vez mais jovens do mundo todo. Em 2018, o Facebook apresentou o aplicativo Lasso, que faz o mesmo que o rival: vídeos curtos e editáveis — o app já conta com mais de 5 milhões de downloads na Play Store.

Facebook Lasso cria vídeos curtos e editáveis (Foto: Divulgação/Facebook)

Além disso, nesta semana o Instagram lançou o Reels, ferramenta que permite gravar e editar clipes com até 15 segundos diretamente do app. Ela é uma resposta direta ao TikTok, já que possibilita múltiplos cortes, aceleração, edição de áudio e diversos efeitos.

A boa notícia de toda essa concorrência é que os usuários só têm a ganhar com tantas novidades, não é? O que você acha de criar vídeos curtos no YouTube? Deixe nos comentários.


Fonte: Canaltech