Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.801,21
    -1.775,35 (-1,44%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.195,43
    -438,48 (-0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,31
    +0,16 (+0,23%)
     
  • OURO

    1.813,30
    -1,20 (-0,07%)
     
  • BTC-USD

    39.799,30
    +1.357,82 (+3,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    981,48
    +54,71 (+5,90%)
     
  • S&P500

    4.402,66
    -20,49 (-0,46%)
     
  • DOW JONES

    34.792,67
    -323,73 (-0,92%)
     
  • FTSE

    7.123,86
    +18,14 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    26.468,87
    +42,32 (+0,16%)
     
  • NIKKEI

    27.672,25
    +88,17 (+0,32%)
     
  • NASDAQ

    15.094,00
    +20,50 (+0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1178
    -0,0005 (-0,01%)
     

YouTube permitirá envio de “Superobrigado” aos seus canais favoritos

·2 minuto de leitura

Além da remuneração por visualizações e inscrições em lives, o YouTube agora deve permitir outra forma de mostrar gratidão aos criadores de conteúdo favoritos: o “Super Thanks” (Superobrigado, em português). A ideia é enviar gorjetas em vídeos tradicionais, em vez de transmissões ao vivo, como forma de agradecimento.

Em post com o anúncio oficial, o YouTube explica ser possível enviar valores em dinheiro conforme quatro faixas de preço: entre US$ 2 e US$ 50. Esse montante será ajustado de acordo com as moedas locais e deve variar conforme a região — afinal, enviar mais de R$ 250 sairia do conceito de “gorjeta”.

Quando o perfil mandar um "superobrigado", a plataforma dará destaque ao comentário, inserindo um colorido nele, para diferenciá-lo dos demais. A pessoa que ofereceu a gorjeta também receberá uma animação única de agradecimento para confirmar.

Assim como o Super Chat e o Super Stickers, usados para mostrar apoio em transmissões ao vivo, o Super Thanks deve ajudar a colocar de volta o "youtuber raiz" no centro das atenções. Nos últimos tempos, os principais anúncios da plataforma foram voltados para streamers ou para o Shorts, a ferramenta de vídeos curtos.

Os criadores receberão cerca de 70% da receita gerada pelos comentários do novo recurso, caso a doação seja feita por um dispositivo da Apple. No caso do Android ou via PC, esse percentual deve ser um pouco maior, já que a incidência de impostos é reduzida, porque os custos de transação — incluindo taxas de cartão de crédito — são cobertos pelo YouTube.

Você pode verificar se consegue acessar a opção pelo Estúdio de Criação. É só buscar o tópico "Monetização" e procurar por "Supers" — só vai aparecer para quem possui vídeos remunerados na rede.

Essa adição já estava em testes para um pequeno número de usuários sob o nome “Viewer applause” (aplausos do espectador, em português), mas teve o nome alterado para ficar mais parecido dos demais e ser liberado de modo amplo. Agora, embora ainda esteja em fase beta, chega para criadores e visualizadores de 68 países, tanto para quem usa o serviço em computadores quanto nos dispositivos móveis.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos