Mercado abrirá em 7 h 38 min
  • BOVESPA

    118.811,74
    +1.141,74 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.352,18
    -275,49 (-0,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    59,90
    +0,20 (+0,34%)
     
  • OURO

    1.729,80
    -2,90 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    60.583,12
    +66,71 (+0,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.295,33
    +0,74 (+0,06%)
     
  • S&P500

    4.127,99
    -0,81 (-0,02%)
     
  • DOW JONES

    33.745,40
    -55,20 (-0,16%)
     
  • FTSE

    6.889,12
    -26,63 (-0,39%)
     
  • HANG SENG

    28.609,53
    +156,25 (+0,55%)
     
  • NIKKEI

    29.781,27
    +242,54 (+0,82%)
     
  • NASDAQ

    13.789,00
    -19,75 (-0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,8192
    -0,0113 (-0,17%)
     

Youtube muda regras de monetização para vídeos sobre drogas

Felipe Ribeiro
·2 minuto de leitura

O YouTube possui regras em sua plataforma com relação ao conteúdo, sobretudo se o autor da publicação pretende monetizar o vídeo. Temas como violência e drogas geralmente estão sob a firme vigilância de seus algorítimos, mesmo quando a abordagem é educativa. Para mudar um pouco esse cenário, o Google vai "afrouxar" as diretrizes para vídeos que tenham esse apelo.

De acordo com comunicado publicado em sua página de suporte, o Google afirma “expandir a monetização em conteúdo educacional, documental ou de notícias que podem incluir interações violentas com a aplicação da lei, drogas recreativas e conteúdo relacionado a drogas ou eventos delicados”. Entretanto, não há detalhes sobre vídeos humorísticos.

Com essa atualização nas normas, os vídeos poderão receber anúncios e monetizar normalmente como qualquer outro, desde que, claro, sigam essas regras impostas pela empresa e sua plataforma. Essas diretrizes, agora, dividem o conteúdo relacionado a drogas em três categorias de propaganda: aqueles em que os usuários que enviaram podem ativar anúncios; os que os anúncios devem ser desativados; e os que podem ser ativados dependendo da autorização da marca.

Vídeos envolvendo drogas, inclusive de forma recreativa, têm nova política de monetização no YouTube (Imagem: Shelby Ireland/Unsplash)
Vídeos envolvendo drogas, inclusive de forma recreativa, têm nova política de monetização no YouTube (Imagem: Shelby Ireland/Unsplash)

Essas mudanças já poderão ser vistas logo na primeira seção, onde os vídeos estarão separados entre as categorias citadas acima. A diferença, porém, é que as regras agora estão mais brandas e, mesmo que as peças mostrem o uso de drogas, o fim educativo poderá fazer com que esse vídeo seja monetizado ou possa receber uma propaganda.

Mesmo que o Youtube não tenha adicionado essas descrições em outras seções, os anunciantes saberão quais vídeos poderão receber anúncios. Entretanto, vídeos com drogas legalizadas ou em contexto cômico carecem de mais detalhes sobre essa adequação na regra.

Para mais detalhes, o Google fez uma postagem oficial sobre o tema que pode ser visitada em seu portal oficial.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: