Mercado fechará em 6 h 24 min
  • BOVESPA

    114.428,18
    -219,81 (-0,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.686,03
    -112,35 (-0,21%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,05
    +0,61 (+0,74%)
     
  • OURO

    1.779,10
    +13,40 (+0,76%)
     
  • BTC-USD

    62.238,53
    +1.357,38 (+2,23%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,78
    +2,15 (+0,15%)
     
  • S&P500

    4.486,46
    +15,09 (+0,34%)
     
  • DOW JONES

    35.258,61
    -36,15 (-0,10%)
     
  • FTSE

    7.208,47
    +4,64 (+0,06%)
     
  • HANG SENG

    25.787,21
    +377,46 (+1,49%)
     
  • NIKKEI

    29.215,52
    +190,06 (+0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.345,75
    +55,25 (+0,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4672
    +0,0757 (+1,18%)
     

YouTube teve impacto de R$ 3,4 bilhões no PIB do Brasil e gerou 122 mil empregos em 2020

·1 minuto de leitura
YouTube contribuiu com R$ 3,4 bilhões do PIB brasileiro em 2020. Foto: Getty Images.
YouTube contribuiu com R$ 3,4 bilhões do PIB brasileiro em 2020. Foto: Getty Images.
  • Segundo o estudo, o YouTube teve impacto de R$ 3,4 bilhões no PIB brasileiro em 2020;

  • A plataforma de vídeos gerou 122 mil empregos;

  • A pesquisa contou com quase 4 mil usuários, mil produtores de conteúdo e 500 negócios.

Relatório produzido pela Oxford Economics conclui que a contribuição do YouTube para o produto interno bruto (PIB) do Brasil em 2020 foi de R$ 3,4 bilhões. O valor é composto por fatores que vão desde o pagamento de anúncios nos vídeos até a receita indiretamente gerada por meio da propagação interna do conteúdo.

A plataforma permitiu a criação de 122 mil empregos, e alguns dos motivos, de acordo com o estudo, têm relação direta com a produção dos vídeos, enquanto outros, indiretamente, relacionam-se com a cadeia de equipamentos fornecidos aos videomakers, assim como às companhias nos setores comida, produtos para o lar, lazer e outros.

Leia também:

Nos quase 4 mil usuários, mil produtores de conteúdo e 500 negócios consultados em três pesquisas anônimas, por volta de 80% dos criadores dizem que geraram renda de uma forma que seria impossível nas mídias habituais.

Enquanto isso, 90% da empresas consultadas afirmam que o YouTube é um instrumento importante para a compreensão dos consumidores, permitindo aumento na base de clientes.

Com relação à plataforma como um meio de estudos, 99% dos usuários dizem que a utilizam para obter conhecimento e informação, enquanto 92% dos professores também afirmam usufruir; e 77% acreditam na contribuição para o aprendizado.

A maior parte dos usuários e empresas relata que a plataforma contribuiu para preservação e continuação da saúde mental e negócios durante a pandemia.

As informações são do TecMundo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos