Mercado fechará em 4 h 22 min
  • BOVESPA

    108.281,04
    +1.809,12 (+1,70%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.338,98
    +615,55 (+1,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    90,28
    +1,27 (+1,43%)
     
  • OURO

    1.806,00
    +14,80 (+0,83%)
     
  • BTC-USD

    24.016,25
    +950,39 (+4,12%)
     
  • CMC Crypto 200

    559,92
    +17,04 (+3,14%)
     
  • S&P500

    4.162,13
    +16,94 (+0,41%)
     
  • DOW JONES

    32.944,73
    +141,26 (+0,43%)
     
  • FTSE

    7.493,10
    +53,36 (+0,72%)
     
  • HANG SENG

    20.045,77
    -156,17 (-0,77%)
     
  • NIKKEI

    28.249,24
    +73,37 (+0,26%)
     
  • NASDAQ

    13.282,50
    +53,75 (+0,41%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2335
    -0,0331 (-0,63%)
     

Yellen diz que plano de estímulo de Biden é apenas um "pequeno contribuidor" para a inflação

·2 min de leitura
Janet Yellen, secretária do Tesouro dos EUA

WASHINGTON (Reuters) - O pacote de estímulo de 1,9 trilhão de dólares do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, de março contribuiu para o fortalecimento da demanda, mas é apenas um pequeno fator nas atuais taxas de inflação mais altas, disse a secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, a congressistas nesta quarta-feira.

Yellen afirmou ao Comitê de Serviços Financeiros da Câmara que o pacote de estímulo claramente impulsionou a demanda, mas que não é uma "suposição justa" dizer que foi além do necessário e alimentou os atuais picos de inflação.

"É certamente verdade que o Plano de Resgate Americano colocou dinheiro no bolso das pessoas... e contribuiu para uma forte demanda na economia dos EUA, mas se você olhar a quantidade de inflação que temos, e suas causas, isso é no máximo um pequeno contribuidor", disse ela.

A elevada inflação, agora mais de duas vezes acima da meta flexível do Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano) de 2% ao ano, deve diminuir no segundo semestre de 2022, disse o chair do Fed, Jerome Powell, a parlamentares em audiência nesta quarta-feira.

Questionada por deputados republicanos sobre o impacto inflacionário da resposta de Biden, Yellen insistiu que há uma "razão muito boa" para prosseguir com o pacote de estímulo para lidar com a escassez de demanda, que poderia ter resultado em taxas de desemprego altas e duradouras.

"Tem sido bem-sucedido", afirmou ela. "O plano realmente impulsionou a demanda, e esse é um de vários fatores que estão envolvidos na inflação."

Yellen disse que o principal impulsionador da inflação foi a pandemia de Covid-19 e seu impacto em desviar "massivamente" a demanda de serviços para bens, o que resultou em problemas na cadeia de suprimentos e também em um efeito duradouro sobre a oferta de trabalho.

Ela disse que a Covid-19 havia causado um "choque incomum" na força de trabalho e que preocupações com questões de saúde haviam impedido muitos trabalhadores de baixa renda de retornar aos seus empregos. Para Yellen, contudo, isso deve diminuir quando a pandemia for controlada.

(Por Andrea Shalal, Ann Saphir, Lindsay Dunsmuir e David Lawder)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos