Mercado abrirá em 2 h 57 min
  • BOVESPA

    111.539,80
    +1.204,97 (+1,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.682,19
    +897,61 (+2,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    60,66
    +0,91 (+1,52%)
     
  • OURO

    1.727,40
    -6,20 (-0,36%)
     
  • BTC-USD

    51.489,73
    +2.527,86 (+5,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.028,33
    +40,24 (+4,07%)
     
  • S&P500

    3.870,29
    -31,53 (-0,81%)
     
  • DOW JONES

    31.391,52
    -143,99 (-0,46%)
     
  • FTSE

    6.692,97
    +79,22 (+1,20%)
     
  • HANG SENG

    29.880,42
    +784,56 (+2,70%)
     
  • NIKKEI

    29.559,10
    +150,93 (+0,51%)
     
  • NASDAQ

    13.142,75
    +87,50 (+0,67%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,8704
    +0,0083 (+0,12%)
     

Yellen diz que foco de Biden agora é fornecer alívio, não aumentar impostos

·1 minuto de leitura
.

WASHINGTON (Reuters) - O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, e sua equipe econômica estão focados agora em fornecer alívio rápido para as famílias norte-americanas afetadas pela pandemia de coronavírus e suas consequências econômicas, não em elevar impostos", disse a indicada de Biden a chefiar o Tesouro nesta terça-feira.

A ex-chair do Federal Reserve Janet Yellen disse a parlamentares que uma abordagem de "marcação a mercado" é uma maneira de garantir que os impostos sobre ganhos de capital sejam pagos, mas afirmou que ela vai avaliar outras abordagens se confirmada no cargo.

Yellen disse concordar que o corte de impostos corporativos de 2017 melhorou a competitividade das empresas norte-americanas, e que Biden não está propondo elevar os impostos corporativos para o nível de antes de 2017.

Mas ela disse que também é importante que as empresas e pessoas mais ricas paguem sua fatia justa.

(Reportagem de Andrea Shalal e David Lawder)