Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    60.585,34
    -2.543,34 (-4,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Yellen diz que default da dívida enfraqueceria os EUA de forma permanente

·1 minuto de leitura
Janet Yellen, secretária do Tesouro dos Estados Unidos

Por David Lawder

WASHINGTON (Reuters) - A secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, fez no domingo um novo pedido ao Congresso para que aumente o teto da dívida, argumentando que um default da dívida dos Estados Unidos provocará uma crise financeira histórica.

Em artigo de opinião no Wall Street Journal, Yellen disse que a crise provocada por uma default vai agravar o dano causado pela pandemia do coronavírus, afetando os mercados e jogando a economia dos EUA em recessão ao custo de milhões de empregos e altas duradouras dos juros.

"Sairíamos da crise como um país permanentemente mais fraco", disse Yellen, destacando que a credibilidade dos EUA tem sido uma vantagem estratégica.

Yellen não ofereceu um novo cronograma para um possível default, mas descreveu o dano econômico que cairia sobre os consumidores através de custos de empréstimos mais altos e preços de ativos mais baixos.

Ela já disse anteriormente que um default poderia ocorrer durante outubro, quanto o Tesouro esgotar suas reservas de dinheiro e a capacidade de empréstimos sob o limite da dívida de 28,4 trilhões de dólares.

(Reportagem de David Lawder e David Shepardson; reportagem adicional de Phil Stewart)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos