Mercado fechado
  • BOVESPA

    93.952,40
    -2.629,76 (-2,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    36.987,86
    +186,49 (+0,51%)
     
  • PETROLEO CRU

    35,72
    -0,45 (-1,24%)
     
  • OURO

    1.878,80
    +10,80 (+0,58%)
     
  • BTC-USD

    13.599,46
    +52,47 (+0,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    265,42
    +1,78 (+0,68%)
     
  • S&P500

    3.269,96
    -40,15 (-1,21%)
     
  • DOW JONES

    26.501,60
    -157,51 (-0,59%)
     
  • FTSE

    5.577,27
    -4,48 (-0,08%)
     
  • HANG SENG

    24.107,42
    -479,18 (-1,95%)
     
  • NIKKEI

    22.977,13
    -354,81 (-1,52%)
     
  • NASDAQ

    11.089,00
    -253,75 (-2,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6872
    -0,0584 (-0,87%)
     

Xuxa: 'Não importa o que eu venha a fazer de bom, vão lembrar das coisas ruins'

Patrícia Kogut
·1 minuto de leitura
A apresentadora Xuxa Meneghel em sua casa, durante conversa da série "Entrevista na janela"
A apresentadora Xuxa Meneghel em sua casa, durante conversa da série "Entrevista na janela"

RIO — Em quase 40 anos de televisão, Xuxa fundou um “reino” cheio de simbologias e personagens próprios, como as paquitas. Lançou um glossário de palavras iniciadas com xis e até uma alternativa ao “Parabéns pra você”, canção que vem animando festas de aniversário há mais de uma geração. Na vida real, a trajetória da apresentadora é mesmo a de uma Cinderela. A menina pobre que veio do Sul para o subúrbio carioca e depois virou estrela de programas no Brasil e lá fora agora lança suas “Memórias” (Globo Livros), livro no qual conta sua história usando uma linguagem tão simples que às vezes faz pensar na sua habilidade para se comunicar com o público infantil.

Nessa conversa pelo telefone (dentro da série “Entrevista na janela”), ela não fugiu das perguntas. Nem quando interrogada sobre as razões pelas quais Marlene Mattos, a empresária que teve tanta participação na sua carreira, é mencionada tão rapidamente no livro.

Xuxa revela estar "quietinha" na pandemia ("Tenho saudade do afeto. Minha vontade não é cotovelo no cotovelo, não é “oi’’), diz que não tem vontade de casar e não esquiva sobre polêmicas do passado.

— Eu sou criticada sobre o que eu fiz ou não fiz — diz. — Fico chateada quando falam do filme que fiz quando tinha 18 anos (ela se refere à obra de 1982, de Walter Hugo Khouri, em que aparece numa cena de sexo com um ator de 12 anos). Eu queria deixar claro: não transei com um menino e não fui vendida para um prostíbulo. Minha personagem foi vendida para um prostíbulo, coisa que acontece hoje em dia. Aquilo é ficção, mas é a realidade de muita gente hoje em dia.