Mercado abrirá em 53 mins
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,21 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,00
    -0,95 (-1,28%)
     
  • OURO

    1.814,10
    -3,10 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    39.644,07
    -2.010,93 (-4,83%)
     
  • CMC Crypto 200

    966,73
    +16,83 (+1,77%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,03 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.075,93
    +43,63 (+0,62%)
     
  • HANG SENG

    26.235,80
    +274,77 (+1,06%)
     
  • NIKKEI

    27.781,02
    +497,43 (+1,82%)
     
  • NASDAQ

    15.031,00
    +75,25 (+0,50%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1550
    -0,0330 (-0,53%)
     

Xperia 1 III recebe nota mediana em teste de reparabilidade

·2 minuto de leitura
Xperia 1 III recebe nota mediana em teste de reparabilidade
Xperia 1 III recebe nota mediana em teste de reparabilidade

O Xperia 1 já está na sua terceira geração, e a Sony parece gostar da linha, já que já está planejando a quarta. O top de linha da Sony é em parte responsável pela melhora financeira da divisão de smartphones da japonesa, que nos últimos anos teve um catálogo mais enxuto, dividido entre flagships e intermediários. Sua construção interna, porém, parece ser um desafio: o celular recebeu uma nota mediana em aspectos de reparabilidade, indicando pouca facilidade para alguns ajustes técnicos.

Desta vez, porém, não foi o iFixit que fez a avaliação: o canal PBKreviews destrinchou o Xperia 1 III em sua bancada e lhe deu nota 6 de reparabilidade. O primeiro problema na abertura do celular é o difícil manejo do cabo que conecta o conjunto traseiro de lentes à placa-mãe. Também é possível ver como o sensor telefoto ocupa bastante espaço. Um ponto positivo, porém, é que os parafusos são todos no padrão philips.

A segunda dificuldade é o design de camada dupla da placa-mãe, ou seja, o técnico precisa manejar este pedaço do Xperia 1 III com muito cuidado, pois do outro lado há hardware como processador, memória, armazenamento interno, sensor de proximidade, e outros. Outro aspecto que dificulta o reparo mais simples é a infinidade de cabos flexíveis do aparelho, principalmente na região inferior, exigindo bastante precisão durante os trabalhos para não danificá-los.

Tela de fácil acesso

Outro elogio sobre a reparabilidade do Xperia 1 III foi feito projetando eventuais problemas de tela: o acesso ao cabo conector do display não exige nada além da retirada da tampa traseira, já que ele fica localizado na área inferior, ao lado do motor vibratório. Depois disso, é possível substituir o painel sem mexer nos outros componentes internos do smartphone.

Anunciado a impressionantes US$ 1,3 mil, o Xperia 1 III ainda não está nas prateleiras — mas deverá fazê-lo em julho. No Brasil, infelizmente, ele não desembarca: já há algum tempo a Sony suspendeu as atividades dos produtos Xperia no país, e neste ano encerrou até mesmo a produção de Smart TVs, câmeras, e acessórios de som em território nacional.

Via GSM Arena

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos