Mercado abrirá em 9 h 27 min
  • BOVESPA

    120.933,78
    -180,15 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.072,62
    -654,36 (-1,34%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,90
    +0,52 (+0,82%)
     
  • OURO

    1.774,10
    +3,50 (+0,20%)
     
  • BTC-USD

    54.505,91
    -2.365,04 (-4,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.241,15
    -57,80 (-4,45%)
     
  • S&P500

    4.163,26
    -22,21 (-0,53%)
     
  • DOW JONES

    34.077,63
    -123,04 (-0,36%)
     
  • FTSE

    7.000,08
    -19,45 (-0,28%)
     
  • HANG SENG

    29.084,89
    -21,26 (-0,07%)
     
  • NIKKEI

    29.150,71
    -534,66 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    13.922,25
    +25,00 (+0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6938
    +0,0181 (+0,27%)
     

XP vai entrar no mercado de comercialização de energia elétrica

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Funcionários da XP Investimentos
Funcionários da XP Investimentos
  • XP Investimentos está no processo de criação de nova área dedicada à venda de energia.

  • Empresa anunciou vagas dedicadas à nova operação.

  • Setor tem crescido no Brasil com venda direta entre empresas, geradores e negociadores.

A XP Investimentos, gigante brasileira do setor financeiro, está no processo de criação de uma unidade dedicada à comercialização de energia elétrica.

Leia também:

As informações são de reportagem da agência de notícias Reuters.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

A descoberta ocorreu por meio do anúncio de vagas no site da XP, que procura por profissionais para, segundo as palavras da empresa, “montar uma das melhores comercializaras de energia do Brasil”.

Outras empresas, entre elas unidades do BTG Pactual, Santander e Itaú Unibanco já atuam na comercialização e energia.

Setor de venda de energia cresce

O setor de comercialização de energia elétrica tem crescido no Brasil nos últimos anos, com a flexibilização de regras que permite a atuação mais dinâmica de atores do mercado.

Assim, grandes clientes, como indústrias, podem negociar nesse livre mercado diretamente contratos de fornecimento exclusivos, com geradores e negociadores de energia.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube