Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.789,33
    +556,59 (+0,51%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,03
    +900,05 (+1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    114,10
    +1,70 (+1,51%)
     
  • OURO

    1.812,10
    -6,80 (-0,37%)
     
  • BTC-USD

    30.462,44
    +465,59 (+1,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    677,94
    +435,26 (+179,36%)
     
  • S&P500

    4.088,85
    +80,84 (+2,02%)
     
  • DOW JONES

    32.654,59
    +431,17 (+1,34%)
     
  • FTSE

    7.518,35
    +53,55 (+0,72%)
     
  • HANG SENG

    20.602,52
    +652,31 (+3,27%)
     
  • NIKKEI

    26.659,75
    +112,70 (+0,42%)
     
  • NASDAQ

    12.570,75
    +10,50 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2096
    -0,0008 (-0,02%)
     

XP lança plataforma de negociação de criptomoedas

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A XP anunciou nesta quinta-feira (12) o lançamento da XTAGE, uma nova plataforma de negociação de ativos digitais, em parceria com a Bolsa americana Nasdaq.

Segundo comunicado da XP, a "plataforma de negociação será totalmente integrada ao ecossistema da XP Inc., permitindo que os clientes invistam sem fricção com os serviços aos quais já estão acostumados."

A nova plataforma passa a oferecer, em um primeiro momento, apenas a negociação de criptomoedas. O serviço estará disponível aos 3,5 milhões de clientes da XP por meio do aplicativo da empresa.

No médio prazo, a XP planeja expandir sua oferta para incluir diversos tipos de ativos digitais, à medida que as tendências de mercado e o apetite dos investidores evoluam. A previsão da XP é que a nova plataforma esteja 100% operacional até o final de 2022.

"A criação da XTAGE representa um marco importante no avanço do mercado de ativos digitais e nossa capacidade de oferecer aos investidores maior acesso ao ecossistema desses ativos", afirmou Lucas Rabechini, diretor de produtos financeiros da XP Inc., em nota.

NUBANK

Nesta quarta-feira (11), o Nubank também já havia anunciado o inicio da oferta de negociação das criptmoedas Bitcoin e Ethereum aos clientes da fintech.

A empresa anunciou ainda um aporte de 1% do caixa da controladora Nu Holdings em Bitcoins.

"Não existem dúvidas que as criptomoedas são uma tendência crescente na América Latina. Temos acompanhado o mercado de perto e acreditamos que existe um potencial transformacional na região", afirmou David Velez, CEO e fundador do Nubank, em nota.

Apesar dos lançamentos recentes, as criptomoedas têm experimentado uma forte desvalorização nas últimas semanas.

Em um ambiente macroeconômico global de pressão inflacionária e de alta dos juros nos mercados desenvolvidos, o Bitcoin acumula queda de cerca de 40% no ano.

Nesta quinta, o Bitcoin volta a operar no campo negativo, pela oitava sessão consecutiva, em baixa de 3,7%, negociado aos US$ 29 mil, segundo dados da Bloomberg.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos