Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    60.965,78
    -804,71 (-1,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

XP fica menos engessada após novo acordo de acionistas com Itaúsa

·1 minuto de leitura
Prédio que abriga a sede da XP Inc. em São Paulo

Por Aluisio Alves

SÃO PAULO (Reuters) - A XP ficará menos engessada em seu plano de negócio após firmar um novo acordo de acionistas com donos da Itaúsa, holding que controla o Itaú Unibanco, disseram executivos da plataforma de investimentos nesta segunda-feira.

"A XP agora terá menos possibilidade de vetos dos controladores da Itaúsa", disse a jornalistas o vice-presidente de finanças da XP, Bruno Constantino.

A Itaúsa anunciou na última sexta-feira uma reorganização da participação na XP, da qual passou a deter 15,07% das ações classe A.

A mudança levou a um novo acordo de acionistas, por meio do qual acionistas da Itaúsa mantêm direito a ter 2 assentos no conselho de administração da XP.

A XP iniciou nesta segunda-feira a negociação de BDRs (recibos de ações) patrocinados na B3, sob o ticker XPBR31.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos