Mercado abrirá em 6 h 53 min

XP acusa escritório parceiro de tentar ‘roubar’ dados de clientes

Marcus Couto
·2 minuto de leitura
Funcionários da XP Investimentos. (Foto: Divulgação/XP)
Funcionários da XP Investimentos. (Foto: Divulgação/XP)

A corretora XP Investimentos acusou o escritório de agentes autônomos EQI Investimentos, um de seus maiores parceiros, e em breve concorrente, de tentar usar um “robô” digital para acessar dados sigilosos de seus clientes, segundo reportagem do jornal O Estado de S.Paulo.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

O EQI Investimentos é hoje responsável pela gestão de cerca de R$ 9,5 bilhões em ativos. Mas, em breve, deixará a parceria com a XP para assumir o lado da concorrência, por meio da criação de uma corretora própria, junto ao BTG Pactual.

Leia também

Segundo a reportagem do Estadão, dias depois de anunciar a “separação”, o EQI teve seu acesso à plataforma da XP cortado. E a própria XP explicou o motivo à reportagem: seu departamento de segurança detectou uma “investida” – originada de um endereço da EQI – na tentativa de acessar dados sigilosos de clientes por meio de um “crawler”, ou “robô” digital que faz a captura sistemática de informações em um sistema.

"A XP informa que bloqueou temporariamente o acesso do EQI após identificar a tentativa de violação ao sigilo de dados dos clientes da XP por meio de um robô (crawler). Após notificação extrajudicial o acesso foi liberado novamente", afirma a empresa em nota enviada ao Estadão.

Ainda de acordo com a XP, o caso será comunicado ao Banco Central. O EQI não se manifestou publicamente sobre o episódio.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube