Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,31 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -908,97 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,83
    -0,72 (-0,84%)
     
  • OURO

    1.836,10
    -6,50 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    36.324,51
    -2.375,56 (-6,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    870,86
    +628,18 (+258,85%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,02 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.411,00
    -430,00 (-2,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1900
    +0,0599 (+0,98%)
     

Xiomara Castro reivindica vitória e Honduras deve ter primeira mulher presidente

·1 min de leitura

A candidata de esquerda Xiomara Castro, do Partido Liberdade e Refundação, reivindicou a vitória nas eleições presidenciais de Honduras, realizadas nesse domingo (28). Ela tem quase 20 pontos de vantagem sobre o candidato governista Nasry Asfura, do Partido Nacional de direita, após a apuração de 42% das urnas.

Porém, o Conselho Nacional Eleitoral hondurenho ressalta que o resultado ainda é provisório e pede aos candidatos e eleitores para aguardarem o resultado definitivo. "Nenhuma candidata ou candidato pode se declarar vencedor até que o último voto seja processado", advertiu o presidente do CNE, Kelvin Aguirre, em uma entrevista coletiva.

Os simpatizantes de Castro, no entanto, festejaram na capital Tegucigalpa. Se a tendência for confirmada, Xiomara Castro, mulher do presidente destituído Manuel Zelaya será, aos 62 anos, a primeira mulher a presidir Honduras.

Participação histórica

Os eleitores foram às urnas para eleger o sucessor de Juan Orlando Hernandez, do Partido Nacional, que não estava concorrendo. A participação atingiu o nível “histórico” de 62%, anunciou o Conselho Nacional Eleitoral (CNE) na noite de domingo, anunciando os primeiros resultados parciais.

Com os votos de mais de 41% dos centros de votação apurados, Xiomara Castro, obtinha 53,46% dos votos, enquanto seu adversário do Partido Nacional (PN, à direita) Nasry Asfura, alcançava pouco mais de 34%.

Xiomara Castro prometeu "formar um governo de reconciliação" e estabelecer uma "democracia participativa". “Estendo a mão aos meus adversários, porque não tenho inimigos”, disse ela no domingo, prometendo expulsar “o ódio, a corrupção, o narcotráfico e o crime organizado”.

Combate à corrupção


Leia mais

Leia também:
Honduras vive dias de caos enquanto oposição denuncia fraude à OEA
Ex-primeira-dama de Honduras comprou US$ 328 mil em sapatos para crianças
Mexicanos se organizam para ajudar caravana de migrantes de Honduras

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos