Mercado fechará em 2 h 56 min
  • BOVESPA

    118.124,07
    -1.522,33 (-1,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.059,74
    -65,97 (-0,15%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,14
    -0,17 (-0,32%)
     
  • OURO

    1.864,00
    -2,50 (-0,13%)
     
  • BTC-USD

    31.339,10
    -2.163,00 (-6,46%)
     
  • CMC Crypto 200

    621,61
    -58,30 (-8,57%)
     
  • S&P500

    3.861,33
    +9,48 (+0,25%)
     
  • DOW JONES

    31.244,27
    +55,89 (+0,18%)
     
  • FTSE

    6.724,14
    -16,25 (-0,24%)
     
  • HANG SENG

    29.927,76
    -34,71 (-0,12%)
     
  • NIKKEI

    28.756,86
    +233,60 (+0,82%)
     
  • NASDAQ

    13.374,00
    +79,75 (+0,60%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5268
    +0,1188 (+1,85%)
     

Xiaomi lança o leitor digital Mi Reader Pro com Android para encarar os Kindle

Rubens Eishima
·2 minuto de leitura

A Xiaomi anunciou na China o lançamento do Mi Reader Pro, leitor de livros eletrônicos com um upgrade considerável em relação ao modelo básico, lançado há pouco mais de um ano. Além do sistema Android 8 (Oreo), o e-reader conta com uma tela de 7,8 polegadas e até a opção de ajuste da temperatura da cor do display e-ink.

O Mi Reader Pro conta com processador quad-core, 2 GB de memória RAM e 32 GB de espaço para armazenamento. A configuração não faria feio em um tablet básico, mas esta não parece ser a proposta do e-reader chinês.

Posicionado para disputar mercado com aparelhos mais sofisticados como o Kindle Oasis ou o Kobo Libra H20, o Mi Reader Pro tem uma densidade de pixels de 330 ppp (ou ppi), com resolução de 1.404 x 1.872 pixels (superior ao FullHD). A tela pode ser ajustada com 24 níveis de brilho e até com tons mais confortáveis para leitura.

O sistema operacional herdado dos tablets traz alguns recursos raramente encontrados em e-readers, com destaque especial para a busca com comandos de voz. Outra diferença em relação aos aparelhos tradicionais é a configuração de memória, com 2 GB de RAM e 32 GB para armazenamento.

Tela tem ajuste de temperatura, semelhante aos modos de "luz noturna" em celulares e no Windows (Imagem: divulgação/Xiaomi)
Tela tem ajuste de temperatura, semelhante aos modos de "luz noturna" em celulares e no Windows (Imagem: divulgação/Xiaomi)

A autonomia de uso, marca registrada dos e-readers, não decepciona no aparelho da Xiaomi, com até 70 dias em modo standby como resultado da bateria de 3.200 mAh. Outros recursos do aparelho incluem conexão Bluetooth 5.0 e Wi-Fi dual-band.

O modelo não tem previsão de lançamento no ocidente, mas já está à venda no mercado chinês. Lá, o Xiaomi Mi Reader Pro tem preço sugerido de 1.299 iuanes (cerca de R$ 1.000).

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: