Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,31 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -908,97 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,83
    -0,72 (-0,84%)
     
  • OURO

    1.836,10
    -6,50 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    35.170,14
    -1.223,25 (-3,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    870,86
    +628,18 (+258,85%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,02 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.411,00
    -430,00 (-2,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1900
    +0,0599 (+0,98%)
     

Xiaomi testa novo carregador de 100 watts para segundo semestre de 2022

·2 min de leitura

Nos últimos anos começou uma corrida por potências muito maiores de carregamento, com muitas empresas saindo dos 15 watts para 30, 60 ou até 120 watts. Agora, rumores indicam que a Xiaomi estaria trabalhando numa nova geração do seu carregamento ultrarrápido de 100 watts.

A informação vem do geralmente preciso informante Digital Chat Station, e foi publicada em seu perfil na rede social chinesa Weibo. Aparentemente, o plano da Xiaomi é desenvolver um carregador de 100 watts que consiga carregar o telefone em alta velocidade, ao mesmo tempo que isso não afete a vida útil da bateria de forma significativa no médio/longo prazo.

Leaker aponta que carregamento de 100 watts aprimorado está em teste (Imagem: Reprodução/Weibo)
Leaker aponta que carregamento de 100 watts aprimorado está em teste (Imagem: Reprodução/Weibo)

Isso é necessário porque a alta potência tem seu lado negativo. A bateria acaba esquentando muito rápido e repetidas vezes e, por consequência, tem parte da sua capacidade de armazenar energia comprometida. Infelizmente, ele não revelou mais detalhes nem apontou quais serão os celulares que terão essa novidade.

A Xiaomi tem celulares que suportam 67 watts de carregamento, como modelos da série Mi 11, e também outros que suportam 120 watts, como o Mi 10 Ultra, o Redmi Note 11 Pro e o Xiaomi 11T Pro. Mas, a própria chinesa já confirmou estar desenvolvendo carregadores de 200 watts, mostrando que a potência não é o problema, de fato.

Importante ressaltar que alguns smartphones da futura série Xiaomi 12 devem contar com suporte à tecnologia de carregamento de 120 watts. Dessa forma, o carregamento de 100 watts aprimorado não seja anunciado até que o Xiaomi Mix 5 seja oficializado, no segundo semestre de 2022.

De qualquer modo, agora será preciso aguardar mais informações para descobrir se a Xiaomi teve avanço no seu desenvolvimento e qual será o aparelho de estreia da novidade.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos