Mercado abrirá em 2 h 29 min
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,33 (-0,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,59 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,87
    +0,89 (+1,20%)
     
  • OURO

    1.747,40
    -4,30 (-0,25%)
     
  • BTC-USD

    43.852,45
    +839,69 (+1,95%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.091,68
    -11,38 (-1,03%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,20 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.071,58
    +20,10 (+0,29%)
     
  • HANG SENG

    24.208,78
    +16,62 (+0,07%)
     
  • NIKKEI

    30.240,06
    -8,75 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    15.270,75
    -48,00 (-0,31%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2452
    -0,0104 (-0,17%)
     

Xiaomi supera Apple em vendas de celulares em mais uma análise de mercado

·2 minuto de leitura

Mais um relatório de análise do mercado global de celulares foi divulgado nesta quinta-feira (29) e o resultado, mais uma vez, é favorável para a Xiaomi. Anteriormente, um documento da Canalyst já apontava que a fabricante chinesa ultrapassou a rival Apple no pódio das maiores fabricantes de smartphones do mundo. Agora, os dados da Counterpoint também revelam este mesmo cenário.

O relatório mostra a situação do mercado sob duas perspectiva distintas. Uma delas contabiliza volumes de envios de celulares, e a outra apresenta as companhias com as maiores receitas durante o período.

Gráfico mostra a quantas unidades cada fabricante vendeu no trimestre (Imagem: Divulgação/Counterpoint)
Gráfico mostra a quantas unidades cada fabricante vendeu no trimestre (Imagem: Divulgação/Counterpoint)

No primeiro gráfico, é possível conhecer quais foram as empresas que mais venderam durante o segundo trimestre de 2021. Na lista, a Samsung segue na liderança, acompanhada pela Xiaomi, Apple, OPPO e Vivo, respectivamente.

Já no segundo — que mostra quem obteve as maiores receitas durante o mesmo período — o cenário muda. A Apple aparece na liderança, com a Samsung em segundo e a Xiaomi em terceiro. A lista das cinco fabricantes que mais faturaram é completada pela Oppo e Vivo, respectivamente em quarto e quinto lugar.

Receita de cada empresa durante o mesmo período (Imagem: Divulgação/Counterpoint)
Receita de cada empresa durante o mesmo período (Imagem: Divulgação/Counterpoint)

A fabricante sul-coreana mantém seu domínio no mercado de celulares. Durante o segundo trimestre desse ano, a marca vendeu cerca de 58 milhões de unidades, com um crescimento anual de 7%. No entanto, sua participação no mercado foi reduzida em 18% no período.

Já a Xiaomi mostra uma tendência forte de aceleração. A fabricante chinesa ultrapassou a Apple e se consagrou em segundo lugar no pódio. A marca registrou um crescimento anual de 98% e vendeu cerca de 53 milhões de celulares. Boa parte das vendas são das linhas Redmi 9, Redmi Note 9 e Redmi Note 10.

Em terceiro lugar, a Apple também registrou um bom crescimento anual, com um aumento anual de 30% nas vendas. A empresa de Cupertino vendeu cerca de 48,9 milhões de iPhones durante o segundo trimestre de 2021, o melhor desempenho da empresa durante um segundo trimestre nos últimos anos. No entanto, a empresa se destaca pela receita obtida no período e conta com uma fatia de 41% do faturamento de todo o mercado, enquanto a Samsung fica bem atrás, com 15%.

A lista das cinco maiores fabricantes é finalizada com a Oppo em quarto lugar e a Vivo em quinto, com 33,6 e 32,5 milhões de unidades vendidas, respectivamente. É válido destacar que as duas são “irmãs” e ambas pertencem ao conglomerado chinês BBK Electronics, que também é dono da Realme e OnePlus.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos