Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.035,17
    -2.221,19 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.592,91
    +282,64 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    -1,87 (-2,94%)
     
  • OURO

    1.733,00
    -42,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    44.750,60
    -2.764,11 (-5,82%)
     
  • CMC Crypto 200

    912,88
    -20,25 (-2,17%)
     
  • S&P500

    3.811,15
    -18,19 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    30.932,37
    -469,64 (-1,50%)
     
  • FTSE

    6.483,43
    -168,53 (-2,53%)
     
  • HANG SENG

    28.980,21
    -1.093,96 (-3,64%)
     
  • NIKKEI

    28.966,01
    -1.202,26 (-3,99%)
     
  • NASDAQ

    12.905,75
    +74,00 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7583
    +0,0194 (+0,29%)
     

Xiaomi revela conceito de celular dobrável com solução para o vinco da tela

Diego Sousa
·2 minuto de leitura

Não é novidade que a Xiaomi vem trabalhando em um celular dobrável para disputar mercado com o popular Galaxy Z Fold 2 e o Huawei Mate X2, que será lançado nos próximos dias. Mas até que a marca chinesa apresente algo concreto sobre o aparelho, a indústria tem que se contentar apenas com as inúmeras patentes smartphones flexíveis obtidas pela empresa.

A mais recente, publicada no último dia 2 no órgão chinês de patentes CNIPA, descreve uma solução teoricamente interessante para o vinco da tela flexível, aquelas "rugas" que ficam na região central do display, que "assombra" os dobráveis desde o primeiro Royale FlexPai.

Embora a Samsung já tenha lançado modelos que reduziram bastante os vincos na tela, como os Galaxy Z Fold 2 e Z Flip, ainda é possível observá-los na hora de consumir conteúdos ou ao tocar na área acima do mecanismo de dobra, o que pode não agradar muitos consumidores.

Vinco da tela bastante visível no Galaxy Z Fold 2 (Imagem: Reprodução/YouTube)
Vinco da tela bastante visível no Galaxy Z Fold 2 (Imagem: Reprodução/YouTube)

A resposta da Xiaomi

A solução da Xiaomi para tentar resolver esse problema é incluir uma "estrutura dupla de suporte" abaixo da tela flexível, provavelmente onde fica o mecanismo de dobra. Como essa estrutura seria deformável, ou seja, poderia se adaptar à dobradura do aparelho, a tela teria poucas chances de ser afetada pelo vinco do painel causado pelo sistema de dobras.

(Imagem: Reprodução/CNIPA)
(Imagem: Reprodução/CNIPA)

Infelizmente, não foram revelados mais detalhes sobre essa estrutura ou que tipo de painel o celular dobrável da Xiaomi usaria para reduzir ou eliminar os vincos na tela, mas uma coisa é quase certa: por se tratar de uma patente recém-publicada, não devemos ver essa solução no mercado tão cedo.

Vale lembrar que em janeiro deste ano foram registradas sete patentes de celular dobrável da Xiaomi no Escritório de Patentes e Marcas da China. Os designs incluem tanto o formato de tablet, inspirado no Galaxy Z Fold 2, quanto em formato de concha, dos Galaxy Z Flip e Moto Razr 5G.

Celular dobrável da Xiaomi

Recentemente, supostas imagens reais do smartphone dobrável da Xiaomi vazaram na internet revelando um formato semelhante ao do Galaxy Z Fold 2, mas com um vinco na tela bem mais visível que no aparelho da Samsung. Como deve se tratar de um protótipo, é provável que o modelo não chegue daquela maneira ao mercado.

(Imagem: Reprodução/Weibo)
(Imagem: Reprodução/Weibo)

A Xiaomi ainda não revelou nenhum detalhe sobre sua estreia no mercado de celulares dobráveis, mas o Canaltech ficará atento a qualquer novidade que surgir.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: