Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -635,14 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,13 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,78
    +0,49 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.879,50
    -16,90 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    35.649,80
    -1.765,70 (-4,72%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,36 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,25 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,83 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    13.992,75
    +33,00 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1926
    +0,0391 (+0,64%)
     

Xiaomi ouve seus próprios usuários para melhorar a MIUI

·2 minuto de leitura

Na semana passada, alguns fãs da Xiaomi começaram a coletar assinaturas para criar uma petição a fim de solicitar uma mudança geral na MIUI. Muitos alegam que o sistema modificado, construído em cima de um Android, costuma apresentar muitos bugs e erros que impactam na experiência.

A empresa chinesa não nega os problemas e mostrou que está atenta aos pedidos dos seus usuários, tanto que se dispôs a ouvir as sugestões para aprimorar o MIUI. O objetivo é entender quais são as preferências do mercado global para construir um sistema mais alinhado aos anseios dos ocidentais, que costuma divergir da cultura oriental.

A empresa quer ouvir as pessoas para melhorar o MIUI (Imagem: Reprodução/Xiaomi)
A empresa quer ouvir as pessoas para melhorar o MIUI (Imagem: Reprodução/Xiaomi)

Em seu fórum oficial, a empresa disponibilizou a pesquisa para elencar quais inovações e recursos seus clientes gostariam de ver nas novas versões. O levantamento também questiona qual erro deve ser consertado em primeiro lugar e quais os demais que afetam a usabilidade do sistema.

Se você já começou a escrever sua lista de reclamações, pode se desapontar, porque o questionário já foi encerrado: ele ficou no ar apenas entre os dias 2 e 4 de junho. A pesquisa foi encerrada porque a Xiaomi considera ter coletado um número suficiente de avaliações.

Pesquisa rápida e pouco abrangente

Pouco mais de 50 mil pessoas viram o post e não se sabe quantos efetivamente participaram do levantamento. Considerando as dezenas de milhões de usuários dos aparelhos em todo o mundo, parece uma base bastante pequena para ser levada em conta, principalmente dado o prazo tão curto de dois dias.

O jeito é torcer para que os participantes tenham feito boas sugestões e que a companhia chinesa se empenhe em fazer do MIUI a melhor versão modificada do Android. Caso contrário, a empresa pode começar a se preocupar, principalmente com as movimentações dos correntes.

No começo desta semana, a rival Huawei lançou seu novo sistema operacional: HarmonyOS. Segundo a empresa, o programa foi construído do zero para oferecer uma experiência unificada em todos os dispositivos, sem torná-los mais lentos e com possibilidades inovadoras de integração.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: