Mercado abrirá em 5 h 44 min
  • BOVESPA

    112.611,65
    +1.322,47 (+1,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.466,02
    -571,03 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,19
    +0,58 (+0,67%)
     
  • OURO

    1.797,10
    +4,00 (+0,22%)
     
  • BTC-USD

    37.383,94
    +1.435,98 (+3,99%)
     
  • CMC Crypto 200

    848,24
    +28,74 (+3,51%)
     
  • S&P500

    4.326,51
    -23,42 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.160,78
    -7,31 (-0,02%)
     
  • FTSE

    7.554,31
    +84,53 (+1,13%)
     
  • HANG SENG

    23.588,55
    -218,45 (-0,92%)
     
  • NIKKEI

    26.719,24
    +548,94 (+2,10%)
     
  • NASDAQ

    14.147,75
    +161,00 (+1,15%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0550
    +0,0310 (+0,51%)
     

Xiaomi Mix Fold 2 deve usar tela flexível UTG da Samsung

·2 min de leitura

O sucessor do Mi Mix Fold, primeiro celular dobrável da Xiaomi, está cada vez mais próximo da estreia. Conforme as informações, o Mix Fold 2 deve chegar ao mercado em março de 2022 com tela AMOLED flexível da Samsung.

Embora a Xiaomi não tenha confirmado oficialmente a existência do Mix Fold 2, detalhes sobre o dispositivo já circulam na internet desde pouco após o lançamento do primeiro modelo. Por exemplo, o aparelho foi registrado em órgãos reguladores com o número de série 2261218C.

Com isso, várias certificações indicam que o novo dobrável da marca chinesa usará uma tela da Samsung com tecnologia de vidro ultrafino (Ultra-thin Glass, ou UTG). Segundo a fabricante sul-coreana, esse modelo de display oferece melhor durabilidade e flexibilidade.

Mix Fold 2 deve trazer tela flexivel de 8,1 polegadas (Imagem: Eduardo Moncken/Canaltech)
Mix Fold 2 deve trazer tela flexivel de 8,1 polegadas (Imagem: Eduardo Moncken/Canaltech)

Atualização com mais poder

Segundo os vazamentos, o Xiaomi Mix Fold 2 deve manter o tamanho de tela dobrável da geração anterior. Isso indica que o aparelho deve ter display flexível AMOLED de 8,1 polegadas, mas com taxa de atualização de até 120 Hz.

Como parte dos upgrades, o novo dispositivo deve trazer uma dobradiça com esquema redesenhado. Além disso, como revelado anteriormente, o novo celular pode usar a tecnologia de câmera frontal sob a tela.

Em relação ao processador, o Mix Fold 2 pode ser alimentado pelo Snapdragon 8 da Qualcomm. O dobrável também deve ainda trazer uma versão atualizada do chip proprietário para câmeras Xiaomi Surge C1.

Por fim, há rumores de que o aparelho usará uma bateria de 5.000 mAh com suporte a carregamento rápido. Especificações que já se tornaram padrão em dispositivos premium de qualquer marca.

Mi Mix Fold é um lançamento exclusivo do mercado chinês até então (Imagem: Divulgação/Xiaomi)
Mi Mix Fold é um lançamento exclusivo do mercado chinês até então (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Características do Mix Fold original

O Xiaomi Mi Mix Fold foi lançado exclusivamente no mercado chinês em março de 2021. O primeiro modelo dobrável da fabricante chinesa trazia tela externa de 6,52 polegadas e display interno AMOLED flexível de 8,1 polegadas.

Para a tela dobrável, a marca usou o Filme de Poliimida (PI) desenvolvido pela Huaxing Optoelectronics (TCL CSOT). Essa mesma tecnologia foi empregada no Huawei Mate X2, recebendo diversos elogios em relação à durabilidade.

Ademais, o Xiaomi Mi Mix Fold é alimentado pelo processador Snapdragon 888 da Qualcomm. Originalmente, o aparelho chegou às lojas chinesas com preços a partir de 9.999 yuan (cerca de R$ 8.969 na atual conversão direta).

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos