Mercado abrirá em 6 h 34 min
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,74 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,00
    +2,85 (+4,18%)
     
  • OURO

    1.795,30
    +7,20 (+0,40%)
     
  • BTC-USD

    57.284,18
    +2.971,19 (+5,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.430,97
    -24,44 (-1,68%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,06 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    23.872,00
    -208,52 (-0,87%)
     
  • NIKKEI

    28.344,73
    -406,89 (-1,42%)
     
  • NASDAQ

    16.214,25
    +163,25 (+1,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2990
    -0,0495 (-0,78%)
     

Xiaomi Mix 5 tem recarga de 200 W reforçada

·2 min de leitura

As fabricantes chinesas não têm negado carregamento rápido aos seus celulares: é visível como mesmo intermediários delas conseguem superar tops de linha de marcas mais tradicionais atualmente. Há um desafio para a preservação da vida útil da bateria, mas que vem sendo superado com a adoção de tecnologias preventivas.

A Xiaomi é uma que se destaca nessa área, já tendo aparelho comercial carregando a 120 W mesmo no nicho intermediário com o recém-lançado Redmi Note 11 Pro Plus. Porém, isso deve ser ultrapassado em breve — e spoiler: não será pela linha Xiaomi 12.

XIaomi Mix 4 (Imagem: Divulgação/Xiaomi)
XIaomi Mix 4 (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Segundo o insider Digital Chat Station, a empresa se prepara para até o final do ano oficializar um flagship com suporte a possíveis 200 W. De acordo com o planejamento da empresa, este deverá ser o Xiaomi Mix 5.

Não seria tão surpreendente assim: essa linha de celulares sempre focou em experimentação. O Mi Mix 3, por exemplo, ofereceu câmeras em sistema slider para entregar corpo todo tela antes da invenção das câmeras sob o display. Já o Xiaomi Mix 4 se destacou por conseguir avançar e esconder a câmera na tela — oferecendo ainda carregamento de 120 W.

Os detalhes do smartphone ainda são escassos, mas tipicamente ele é um flagship. O Mix 4 trouxe o Snapdragon 888 Plus e sistema robusto de câmeras, incluindo lente principal de 108 MP e telefoto com 5x de alcance óptico.

Havia, ainda, tela de 6,67 polegadas com resolução Full HD, taxa de atualização de 120 Hz, suporte a 1 bilhão de cores, HDR10+ e tecnologia Dolby Vision.

Se chegar mesmo com suporte a 200 W de carregamento, o Xiaomi Mix 5 deve completar sua carga em menos de 10 minutos — enquanto mesmo os modelos mais avançados atualmente precisam de algo em torno de 30 minutos.

Loop LiquidCool

Vale lembrar que a Xiaomi acaba de anunciar uma tecnologia para resfriamento otimizado dos seus aparelhos. Com engenharia aeroespacial que inclui válvulas da Tesla, um teste preliminar conseguiu resfriar um celular com 5º C a mais de eficiência que os atuais componentes de otimização termal da empresa.

Essa é uma preocupação muito válida, já que carregamento insanamente rápido tende a esquentar a bateria, e consequentemente, o smartphone. Resta saber se o sistema Loop LiquidCool será usado no Xiaomi Mix 5.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos