Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.767,45
    -497,51 (-0,38%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.129,88
    -185,81 (-0,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,08
    -0,58 (-0,79%)
     
  • OURO

    1.778,90
    -4,00 (-0,22%)
     
  • BTC-USD

    32.245,87
    +414,58 (+1,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    763,76
    -30,57 (-3,85%)
     
  • S&P500

    4.246,44
    +21,65 (+0,51%)
     
  • DOW JONES

    33.945,58
    +68,61 (+0,20%)
     
  • FTSE

    7.090,01
    +27,72 (+0,39%)
     
  • HANG SENG

    28.309,76
    -179,24 (-0,63%)
     
  • NIKKEI

    28.884,13
    +873,20 (+3,12%)
     
  • NASDAQ

    14.268,50
    +138,50 (+0,98%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9198
    -0,0555 (-0,93%)
     

Xiaomi Mi CC10 deve chegar com Snapdragon 870

·2 minuto de leitura
Xiaomi Mi CC10 deve chegar com Snapdragon 870
Xiaomi Mi CC10 deve chegar com Snapdragon 870

Informações dão conta de que um Xiaomi Mi CC10 está sendo planejado para chegar em breve, com um processador Snapdragon 870, da Qualcomm. O aparelho, enfim, viria para suceder o Xiaomi CC9 Meitu Pro, concedido pela extinta parceria entre as empresas chinesas. Em março, publicamos que a Meitu estava deixando o mercado de celulares e desmanchando a união com a Xiaomi, que deveria durar 30 anos, mas durou apenas 2.

Agora, um informante, por meio da rede social chinesa Weibo, traz que o próximo celular da série será lançado com o poderoso chip da fabricante de Taiwan e, além disso, terá um design de tela flexível. Para finalizar as especulações que existem até o momento sobre o telefone, a mesma fonte afirmou no início do mês que uma bateria de 4360 mAh estará no corpo deste possível Xiaomi Mi CC10.

Xiaomi Mi CC10 em 2020

No meio do ano passado, algumas impressões surgiram a respeito de um Xiaomi Mi CC10 que estaria em vias de ser lançado, trazendo uma câmera com um impressionante zoom digital de 120 vezes. Porém, como podemos perceber, essa aguardada novidade não viu a luz dos holofotes de estreia. Na época, já tinham se passado mais de sete meses do lançamento do Xiaomi CC9 Meitu Pro, que trouxe pela primeira vez para os celulares uma câmera de 108 MP.

De lá pra cá, muito pouco se falou ou se mostrou possível sobre a sucessão do aparelho, sucessão esta que recebeu o tempero do fim da parceria entre as empresas. Um exemplo ocorreu em agosto, em que foi especulado um processador Snapdragon 865+ no Xiaomi Mi CC10 que apareceu no GeekBench, dando impressão até mesmo de se tratar de um modelo Pro do aparelho. Nas características deste celular, dentre outras especificações, apareciam 8 GB de RAM, uma GPU Adreno 650 e a mesma câmera de 108 MP.

Via 91Mobile e XiaomiToday

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos