Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.294,68
    +997,55 (+0,84%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.329,84
    +826,13 (+1,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    62,93
    -0,22 (-0,35%)
     
  • OURO

    1.739,50
    +3,20 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    63.285,36
    -131,15 (-0,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.374,20
    -1,58 (-0,11%)
     
  • S&P500

    4.124,66
    -16,93 (-0,41%)
     
  • DOW JONES

    33.730,89
    +53,62 (+0,16%)
     
  • FTSE

    6.939,58
    +49,09 (+0,71%)
     
  • HANG SENG

    28.872,82
    -28,01 (-0,10%)
     
  • NIKKEI

    29.741,48
    +120,49 (+0,41%)
     
  • NASDAQ

    13.817,50
    +18,75 (+0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7743
    +0,0014 (+0,02%)
     

Xiaomi Mi Band 6 tem 1ª foto revelada em nova certificação

Diego Sousa
·2 minuto de leitura

Após aparecer nos órgãos reguladores de Índia e Indonésia, a Mi Band 6, próxima geração da pulseira inteligente da Xiaomi, apareceu no banco de dados da CE, indicando que ele já pode ser oficializado na Europa. Junto da certificação, foi revelada a primeira imagem "oficial" do dispositivo.

Infelizmente, a certificação não revela muitas características sobre a Mi Band 6, mas confirma o código de modelo XMSH15HM, o mesmo que passou nos órgãos BIS, da Índia, e Indonesia Telecom. Junto à documentação, a foto do dispositivo exibe a pulseira em si, além do cabo para carregamento. À primeira vista, a Mi Band 6 parece seguir a identidade visual da geração passada, com o bracelete em silicone.

Primeira imagem da Mi Band 6 (Imagem: Reprodução/ChinaGadgets)
Primeira imagem da Mi Band 6 (Imagem: Reprodução/ChinaGadgets)

Além disso, pode-se observar uma caixa aparentemente maior que a quinta geração, indicando que a tela deve receber um aumento. Segundo rumores do início deste ano, a resolução do display deve ser de 152 x 360 (ou 368) pixels, maior que a antecessora nos dois sentidos — a Mi Band 5 tem 126 x 294 pixels, com 1,1 polegada. O conector magnético também parece se manter, considerando a outra ponta do cabo USB.

Até o momento, são esperados ao menos três novos recursos: oxímetro, GPS integrado e integração com a assistente pessoal Alexa — curiosamente os mesmos que já eram esperados na quinta geração e ficaram de fora. Outra novidade deve estar na ampliação das atividades suportadas pela pulseira — seriam 30 modos de acompanhamento, 19 a mais que a geração atual, incluindo zumba, kickboxing e basquete.

(Imagem: Reprodução/Logger)
(Imagem: Reprodução/Logger)

Caso a Xiaomi mantenha o cronograma de atualização da Mi Band, a sexta geração da pulseira deve ser anunciada na metade do ano, durante o verão no hemisfério norte (inverno no Brasil).

Review completo da Xiaomi Mi Band 5

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: