Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.899,78
    +280,57 (+0,51%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Xiaomi Mi 11 Ultra é descontinuado na Índia três meses após o lançamento no país

·2 min de leitura

Quem comprou, comprou; quem não comprou, não compra mais! Parece que o Xiaomi Mi 11 Ultra foi descontinuado na Índia apenas três meses depois de chegar oficialmente ao país asiático. O celular foi anunciado em abril de 2021, mas somente em julho teve os primeiros estoques disponibilizados nas lojas.

Agora, depois de três meses de vendas, parece que as últimas unidades do smartphone disponíveis no país já foram vendidas e, de acordo com as informações, a Xiaomi não planeja reestabelecer mais seu estoque — segundo os relatos, a fabricante chinesa não irá mais importar os lotes de Mi 11 Ultra de seu país de origem para a Índia. Além disso, o aparelho também foi removido da página oficial da companhia no país.

Apesar da retirada de um de seus principais flagships da Índia, a companhia destaca que continuará a oferecer uma experiência topo de linha neste mercado. Com isso, é possível que outros modelos sejam anunciados em breve. Entre os aparelhos que são esperados, está o Mi 11T Pro, que foi lançado no mercado global em setembro e deve chegar para os indianos nos próximos meses.

(Imagem: Divulgação/Xiaomi)
(Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Além dele, também é possível que o Xiaomi Mi 11i e Xiaomi Mi 11i Hypercharge — versões globais do Redmi Note 11 Pro e Redmi Note 11 Pro Plus — também desembarquem no país, com especificações bem parecidas às que foram vistas no anúncio da última quinta-feira (28).

Para relembrar, o Mi 11 Ultra é equipado pela plataforma Snapdragon 888 e conta com opções de até 12 GB de RAM com 256 GB de armazenamento interno. Um dos grandes destaques do celular, porém, é seu display traseiro que, posicionado ao lado da câmera, ajuda a obter selfies com o conjunto principal de lentes e também a receber notificações e detalhes importantes sem precisar ligar a tela principal.

Vale destacar que o Mi 11 Ultra não foi lançado oficialmente no mercado brasileiro e, por aqui, é possível encontrar apenas a versão comum com suporte à rede 5G na loja virtual da marca.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos