Mercado abrirá em 6 h 27 min
  • BOVESPA

    100.763,60
    +2.091,34 (+2,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.294,83
    +553,33 (+1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    111,11
    +1,54 (+1,41%)
     
  • OURO

    1.828,90
    +4,10 (+0,22%)
     
  • BTC-USD

    20.863,09
    -332,04 (-1,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    454,39
    -7,41 (-1,60%)
     
  • S&P500

    3.900,11
    -11,63 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    31.438,26
    -62,42 (-0,20%)
     
  • FTSE

    7.258,32
    +49,51 (+0,69%)
     
  • HANG SENG

    22.291,66
    +62,14 (+0,28%)
     
  • NIKKEI

    27.049,47
    +178,20 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    12.108,75
    +68,25 (+0,57%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5363
    -0,0078 (-0,14%)
     

Xiaomi lista 10 dispositivos que perderão suporte à MIUI

A Xiaomi anunciou o conjunto de dispositivos que perderão o suporte de software da companhia a partir da MIUI 13. Esses dez aparelhos foram incluídos em uma lista que a empresa publica para informar sobre o fim das atualizações de firmware e segurança.

Todos os celulares listados têm mais de dois anos desde o lançamento e receberam ao menos uma atualização do Android. O fim do suporte não significa que deixarão de funcionar, mas que podem ficar mais vulneráveis sem os patches de proteção lançados regularmente.

O Redmi Note 7 é um dos aparelhos que perderá suporte às atualizações da MIUI (Imagem: Reprodução/Redmin)
O Redmi Note 7 é um dos aparelhos que perderá suporte às atualizações da MIUI (Imagem: Reprodução/Redmin)

Os modelos que perdem o suporte da Xiaomi são:

  • Redmi K20;

  • Redmi Note 7;

  • Redmi Note 7S;

  • Redmi Note 7 Pro;

  • Redmi 7;

  • Redmi Y3;

  • Mi Pad 4;

  • Mi Pad 4 Plus;

  • Mi Play;

  • Mi 9 SE.

Estes telefones celulares não terão mais respostas a relatório de vulnerabilidades nem serão atualizados para versões mais recentes do Android. Alguns modelos, como a série Redmi Note 7 e Redmi K20, foram lançados há três anos. Não são celulares tão antigos, mas também estão longe de serem novos.

Celulares da Xiaomi que perdem suporte ao Android

Essa listagem da Xiaomi é dinâmica e atualizada sempre para incluir dispositivos que tiveram o ciclo de vida de software encerrados. Normalmente, a companhia chinesa oferece até duas atualizações de firmware durante a vida útil do dispositivo, embora eles possam continuar a funcionar por muito mais tempo que isso.

Se uma vulnerabilidade de segurança muito séria for descoberta, a gigante chinesa garante o fornecimento das correções de segurança necessárias, mesmo que seu dispositivo não seja mais compatível. De qualquer forma, é bom saber que o prazo expirou, porque assim o consumidor pode decidir o momento ideal para migrar de celular.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos