Mercado abrirá em 3 h 59 min

Xiaomi lança Mi Watch com bateria para até duas semanas no Brasil

Felipe Junqueira
·2 minuto de leitura

O primeiro relógio global da Xiaomi finalmente chegou oficialmente ao Brasil. O Mi Watch completa a linha de vestíveis da empresa no país, com até 117 exercícios diferentes, acompanhamento de frequência cardíaca e monitor de sono, entre outros recursos.

Anunciado no final de setembro do ano passado, o Mi Watch conta com tela AMOLED de 1,39 polegada e resolução de 454 x 454 pixels e brilho que pode chegar a 450 nits, o que deve ajudar na visibilidade. Internamente, a bateria de 420 mAh oferece até 16 dias de autonomia, segundo a fabricante, e é carregada com um acessório magnético em até 2 horas.

Como diferenciais, o smartwatch traz 117 modos diferentes de atividades, incluindo natação, corrida de rua, esteira, yoga, corda e ciclismo. O relógio possui um conjunto de sensores que identificam os mais variados exercícios automaticamente, e monitora ritmo, intensidade e repetição, além de monitorar os batimentos cardíacos em tempo real.

O relógio da Xiaomi tem design elegante, pesa apenas 32 g e traz proteção contra água 5 ATM, GPS, bússola geomagnética e detecção de elevação do ar e pressão. Além do monitoramento da frequência cardíaca, o Mi Watch monitora o sono, conta seus passos, tem timer, cronômetro e alarmes e oferece mais de 100 watchfaces para você deixar o mostrador com o seu estilo, incluindo o uso de imagens personalizadas.

Preço e disponibilidade

O Mi Watch já está disponível nas lojas online e físicas da Xiaomi no Brasil, com preço sugerido de R$ 2.000, e desconto de 8% para quem pagar à vista no site. Você pode escolher pulseira na cor preta, azul ou bege.

Atividades físicas no Brasil

A Xiaomi divulgou um estudo realizado pelo Strava, plataforma online de registro de atividades físicas, que mostra o aumento no interesse dos brasileiros por atividades físicas. De acordo com o relatório Year in Sport, publicado em dezembro de 2020, a frequência de treinamento entre os brasileiros aumentou 13,3%, enquanto o tempo médio dedicado às atividades físicas cresceu 14,7% em comparação com 2019, apesar da pandemia do novo coronavírus.

Segundo a plataforma, que compilou dados de cerca de 73 milhões de usuários no mundo, o total de novos perfis criados no Brasil só no ano passado ficou em aproximadamente 3 milhões. Foi o segundo país que mais teve novos adeptos no serviço.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: