Mercado abrirá em 6 h 36 min
  • BOVESPA

    120.705,91
    +995,88 (+0,83%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.829,31
    +80,90 (+0,17%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,65
    -0,17 (-0,27%)
     
  • OURO

    1.827,30
    +3,30 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    49.148,82
    -1.804,83 (-3,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.358,03
    -29,88 (-2,15%)
     
  • S&P500

    4.112,50
    +49,46 (+1,22%)
     
  • DOW JONES

    34.021,45
    +433,79 (+1,29%)
     
  • FTSE

    6.963,33
    -41,30 (-0,59%)
     
  • HANG SENG

    27.966,55
    +247,88 (+0,89%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.177,50
    +77,25 (+0,59%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4143
    +0,0018 (+0,03%)
     

Xiaomi detalha novo sistema de resfriamento "borboleta" do Mi Mix Fold

Renan da Silva Dores
·3 minuto de leitura

No final de março, a Xiaomi se mostrou pronta para confrontar Samsung e Huawei ao anunciar seu primeiro smartphone dobrável, o Mi Mix Fold. Resgatando sua renomada linha premium, a empresa equipou no aparelho tecnologias até então inéditas, como a lente líquida capaz de variar sua distância focal, e algumas novidades próprias com grandes implicações para o futuro da empresa, como o chip Surge C1.

Outra grande novidade que não recebeu tanta atenção quanto outros aspectos foi o sistema de resfriamento do Mi Mix Fold. Chamado pela Xiaomi de "Butterfly Cooling", trata-se de um conjunto composto por uma enorme câmara de vapor, que se estende em ambos os lados do telefone, associado a gel térmico e diversas folhas de grafite.

A tecnologia se destaca justamente por se estender através da dobradiça, algo que não havia sido feito até então, e que demandou grande investimento em pesquisa. Hoje, em publicação na rede social chinesa Weibo, a Xiaomi detalhou o funcionamento do Butterfly Cooling e o que precisou fazer para atingir eficiência térmica superior a de seus rivais.

O desequilíbrio de temperatura

Segundo a gigante chinesa, o maior desafio que enfrentou durante o desenvolvimento do sistema de resfriamento do Mi Mix Fold foi o desequilíbrio entre as duas metades do telefone. Um dos lados, no qual o processador é abrigado, gerava muito mais calor que o outro. Além disso, a posição do celular, dobrado ou desdobrado, influencia na dissipação do calor.

O Mi Mix Fold utiliza múltiplos métodos de dissipação para manter o Snapdragon 888 sob controle (Imagem: Reprodução/GSMArena)
O Mi Mix Fold utiliza múltiplos métodos de dissipação para manter o Snapdragon 888 sob controle (Imagem: Reprodução/GSMArena)

Para lidar com isso, a Xiaomi equipou o Mi Mix Fold com "a mais luxuosa e avançada tecnologia de dissipação de calor multi-dimensional da indústria". Na prática, como dito anteriormente, a fabricante combinou múltiplos elementos de dissipação para turbinar a remoção de calor dos componentes mais importantes. Além de uma câmara de vapor, há folhas de grafite, gel térmico e folha de cobre.

O grande segredo, no entanto, está no "túnel de transferência de calor" que liga as duas metades do dobrável. Composto de grafite resistente a dobras, o túnel traz uma "junta biônica com micro airbags", que permite que o calor trafegue entre os lados do aparelho mesmo quando dobrado. Isso faz com que o Mi Mix Fold tenha uma área de dissipação de calor muito maior que a de smartphones convencionais.

O processo para tornar a folha de grafite dobrável envolve aquecimento a 2.800 ºC, entre outras técnicas (Imagem: Reprodução/GSMArena)
O processo para tornar a folha de grafite dobrável envolve aquecimento a 2.800 ºC, entre outras técnicas (Imagem: Reprodução/GSMArena)

A Xiaomi também deu alguns detalhes sobre o processo necessário para tornar a folha de grafite do túnel dobrável. A técnica envolve aquecer o material a 2.800 ºC, e promete perdas de apenas 3% a 5% na eficiência de dissipação de calor mesmo após ser dobrado em 180º por mais de 200.000 vezes.

Mi Mix Fold começa a ser vendido hoje na China

Primeiro smartphone dobrável da Xiaomi, o Mi Mix Fold traz especificações bastante robustas e não se destaca apenas pelo sistema de resfriamento. O dispositivo conta com chipset Snapdragon 888, tela interna de 8,01 polegadas 4:3 Super AMOLED com resolução Quad HD+ e brilho máximo de 900 nits, além de tela externa de 6,52 polegadas 27:9 Super AMOLED com resolução de 2520 x 840 pixels, taxa de atualização de 90 Hz e brilho de 900 nits.

O Mi Mix Fold será vendido em uma edição especial com acabamento em cerâmica (Imagem: Divulgação/Xiaomi)
O Mi Mix Fold será vendido em uma edição especial com acabamento em cerâmica (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Há ainda até 16 GB de RAM, até 512 GB de armazenamento, câmera tripla com sensor principal de 108 MP e telefoto com lente líquida, bateria de 5.020 mAh com carregamento rápido de 67 W, quad speakers com otimizações da Harman Kardon, suporte ao 5G e Wi-Fi 6E. O aparelho começa a ser vendido hoje (16) na China, com preços que partem dos 9.999 yuan (cerca de R$ 8.612, em conversão direta).

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: