Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.799,30
    -19,51 (-0,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Xiaomi aposta em unidade dentro de outra loja em shopping do interior de SP

·1 minuto de leitura

Além das novas lojas físicas próprias anunciadas na terça-feira (17), a Xiaomi vai apostar em um novo modelo de estabelecimento: a Store in Store, que significa a alocação de um ponto de venda dentro de outros estabelecimentos. O primeiro espaço do tipo vai ser instalado na Fast Shop do Parque D. Pedro Shopping, em Campinas. As atividades de inauguração ocorrem neste fim de semana (21 e 22).

A ideia surgiu a partir do crescimento na procura e nas vendas de produtos por canais digitais e lojas físicas da Fast Shop. O objetivo, então, é atender às expectativas dos fãs da marca, bem como proporcionar uma experiência de compra diferenciada para os consumidores.

Na unidade, haverá smartphones, smartwatches, smartbands, fones de ouvido, robô aspirador, patinete elétrico e balança inteligente. “Estamos muito otimistas com a Store in Store em Campinas, onde podemos atender nosso público fiel. As duas empresas têm boa sinergia, o que proporciona uma experiência única para os consumidores”, afirma Luciano Barbosa, Head da Xiaomi Brasil.

Imagem: Divulgação/Xiaomi
Imagem: Divulgação/Xiaomi

Eduardo Salem, diretor geral de operações da Fast Shop, conta que os resultados de vendas de produtos Xiaomi foram bastante positivos desde o início da parceria entre as empresas, ainda no marketplace. “Esse novo espaço vai possibilitar uma experiência de loja ainda mais positiva para entusiastas dos produtos da marca.”

Para garantir a segurança dos clientes, o espaço segue os protocolos sanitários contra a COVID-19. Além da Store in Store, a companhia vende os produtos em suas lojas físicas, em São Paulo, no e-commerce oficial, em parceiros comerciais em todo o Brasil e, em breve, nos estabelecimentos que serão inaugurados em São Paulo, no Rio de Janeiro, em Curitiba e em Salvador.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos