Mercado abrirá em 5 h 18 min
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,33 (-0,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,59 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,83
    +0,85 (+1,15%)
     
  • OURO

    1.758,10
    +6,40 (+0,37%)
     
  • BTC-USD

    43.795,56
    +2.444,71 (+5,91%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.090,65
    -12,41 (-1,12%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,20 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.092,44
    +40,96 (+0,58%)
     
  • HANG SENG

    24.183,73
    -8,43 (-0,03%)
     
  • NIKKEI

    30.240,06
    -8,75 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    15.357,25
    +38,50 (+0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2498
    -0,0058 (-0,09%)
     

Xiaomi adquire startup Deepmotion para acelerar tecnologia de condução autônoma

·1 minuto de leitura

Em março deste ano, a Xiaomi anunciou planos para desenvolver sua própria linha de carros elétricos, num investimento que deve somar US$ 10 bilhões nos próximos 10 anos. Além disso, a companhia chinesa também revelou planos para recrutar 500 especialistas e engenheiros que serão responsáveis por desenvolver sua tecnologia de condução autônoma para os futuros veículos.

Como parte desse esforço, a gigante dos eletroeletrônicos anunciou nesta quarta-feira (25) a aquisição da Deepmotion, startup chinesa de direção autônoma fundada na capital Pequim e que atualmente está avaliada em US$ 77,4 milhões. Em comunicado, o vice-presidente da Xiaomi, Wang Xiang, revelou que, com a compra, a ideia é focar no desenvolvimento de tecnologia de direção autônoma Nível 4, que possibilita condução independente da intervenção humana.

Com esse projeto, a Xiaomi competirá, em breve, com gigantes que já estão há algum tempo no mercado, como a Huawei e a Baidu. Porém, Xiang ressaltou que, com a ajuda da Deepmotion, será possível reduzir o tempo da etapa de pesquisa e desenvolvimento e antecipar a chegada de seus carros elétricos e autônomos no mercado.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos