Mercado fechado

Xiaomi abre segunda loja oficial da marca em São Paulo

Rui Maciel

A Xiaomi abriu nesta sábado (23) a segunda loja oficial da marca no Brasil. Assim como a primeira unidade, ela está localizada também na cidade de São Paulo, mais precisamente no shopping Center Norte, na zona norte da capital paulista. Pouco antes da abertura, a fila para conhecer o local já trazia centenas de interessados nos produtos da marca.

Assim como a filial do shopping Ibirapuera, a segunda loja da Xiaomi terá 250 produtos à disposição. Além dos cobiçados smartphones, há itens para casas conectadas, patinetes e bicicletas elétricas, acessórios para celular, smartwatches, setup box, speakers Bluetooth, mochilas, câmeras HD, luminárias, guarda-chuva inteligente e até mesmo uma escova elétrica e muito mais.

Interior da loja da Xiaomi no shopping Center Norte / Crédito da foto: Rui Maciel

Nos primeiros dias, todos os produtos da segunda loja terão 10% de desconto. Além disso, os primeiros 250 visitantes ganharão cupons, com descontos que variam de 20% a 30% em qualquer item.

Todos os smartphones presentes

Como dito anteriormente, a loja traz todos os modelos de smartphones da Xiaomi disponíveis no Brasil. Entre eles, temos o Redmi Note 7 (a partir de R$ 1.799 na versão mais básica), o recém-lançado Redmi Note 8 Pro (a partir de R$2299), o Mi A3 (a partir de R$ 2.189), Mi 9 (a partir de R$ 3.299) e o Mi 9T (a partir de R$ 3.399).

Mi 9 SE: um dos smartphones disponíveis na loja da Xiaomi

Importante lembrar que o desconto de 10% dado pela Xiaomi em seus produtos, nos primeiros dias de funcionamento da loja do Center Norte, também vale para os smartphones.

Longas filas

Assim como aconteceu na loja do shopping Ibirapuera, no começo de junho, a inauguração da unidade do Center Norte começou atraindo centenas de visitantes. Um deles é Rodrigo Matos, 23 anos, o primeiro da fila, que está desde quinta-feira (21) no local, em um total de 48 horas de espera - ele também foi o primeiro da unidade do Ibirapuera, quando ficou 45 horas na fila.

No entanto, ao contrário da primeira experiência, ele afirmou que não comprará nada nesta segunda unidade, por considerar que os produtos estão "muito caros". "Eu tinha um plano de comprar o Mi 9T para a minha namorada, mas achei que o preço do modelo que eu queria (a versão de R$ 3.799) não compensa. Mesmo mesmo com o desconto de 30% que eu recebi, ele sairia por R$ 2.660 e achei caro. No Ibirapuera, eu paguei R$ 2.300 pelo meu Mi 9T".

Rodrigo Matos, primeiro visitante das duas lojas da Xiaomi no Brasil / Crédito da foto: Beatriz Vaccari

Matos afirma que é um grande fã da marca e que tem na sua casa diversos dispositivos da Xiaomi. Além do smartphone ("todos da minha família usam Xiaomi", afirmou), ele também tem um Powerbank, o wearable MiBand, lâmpadas LED e o smartwatch Amazfit Verge. Junto com ele na fila, estava o seu vizinho - e amigo de longa data - Henrique Soares Libório, 27 anos e também de olho em um novo celular. Ainda que eles não tenham comprado um aparelho, deram sorte: Matos ganhou um smartphone Note 8 Pro e Henrique levou para casa um Note 8. Um belo prêmio pela persistência.

Para o primeiro dia de funcionamento da unidade do Center Norte, a assessoria de comunicação da Xiaomi afirmou que são esperadas mais de três mil pessoas. O movimento deve se manter intenso nos próximos dias, principalmente por causa das festas de final de ano, incluindo a Black Friday.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: